domingo, junho 16, 2024
CasaGERALTarde de gala

Tarde de gala

Volta Redonda Cidade da Música’ fará concerto com participação de contrabaixista da Orquestra Sinfônica Brasileira

O projeto ‘Volta Redonda Cidade da Música’ está comemorando 50 anos de existência, e, para celebrar, promove uma apresentação da sua Orquestra de Cordas na tarde deste sábado, 8, às 17h30min, na sede do projeto, à Avenida Graham Bell, no 89, Vila Mury, tendo como convidado especial o contrabaixista Rodrigo Favaro. A entrada para o espetáculo é gratuita.
Sob a regência da maestrina Sarah Higino, os
músicos vão executar um programa dividido em duas
partes: a primeira, de compositores estrangeiro, terá
uma serenata para cordas do inglês Edward Elgar, seguida pelo Grande Allegro “Alla Mendelssohn” para contrabaixo, do italiano Giovanni Bottesini. “Ele é considerado o Paganini do contrabaixo, pois elevou o instrumento a um protagonismo jamais visto no mundo instrumental”, antecipa Sarah Higino.
A segunda parte terá repertório marcado por versões de compositores brasileiros. “Teremos a compositora gaúcha Catarina Domenici com seu ritmo vibrante do Sul; em seguida, ‘Instantes II’, do compositor e regente Ernani Aguiar; e para encerrar o programa da tarde, valorizando nossos ritmos e tradições populares, teremos do grande Guerra Peixe a melodia intitulada ‘Mourão’”, acrescenta a maestrina.
Sarah Higino destaca a oportunidade de a Orquestra de Cordas poder se apresentar com um músico da qualidade de Rodrigo Favaro, que é solista de contrabaixo da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) e membro da Orquestra Sinfônica da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e da Orquestra de Câmara Johann Sebastian Rio. Ele é mestre em Performance Musical com especialização em Repertórios Solista e Orquestral pela Haute École de Musique, de Genève (Suíça), e bacharel em Contrabaixo pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp). “Para os jovens músicos da Orquestra de Cordas de Volta Redonda, esta é uma oportunidade ímpar de conhecer e executar as nuances e estilos que a música de concerto proporciona”, finaliza a maestrina.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp