quarta-feira, julho 17, 2024

Sem fraude

Desde terça, 2, o Detran já está emitindo o novo modelo da Carteira de Identidade Nacional (CIN) para cidadãos de todas as idades. O documento, criado para dificultar fraudes, tem o CPF como único número de identificação. Detalhe: A primeira via da CIN é isenta do pagamento de taxas ou Duda. Desde janeiro de 2023, já foram produzidas 659.283 carteiras no estado.
Para emitir a CIN, o cidadão tem que levar a certidão de nascimento e o número de inscrição no CPF. Quem não tiver CPF pode tirar o documento pelo site da Receita Federal ou em unidades conveniadas como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios e cartórios de Registro Civil. A partir de 2032, a CIN será obrigatória em todo o território nacional. “A CIN possui um QR Code que possibilita verificar a autenticidade do documento, bem como saber se ele foi furtado, clonado ou extraviado. A partir de terça- feira, usuários de todas as idades poderão requerer o novo documento de identificação, que evita a duplicidade de registros e dificulta fraudes”, diz o presidente do Detran, Gláucio Paz.
Além de elementos gráficos que dificultam a falsificação, a CIN tem um código internacional utilizado em passaportes, chamado MRZ (Zona Legível por Máquina na tradução do inglês), que facilita o uso da identidade como documento de viagem, sendo lido em terminais de autoatendimento nos aeroportos.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp