terça-feira, abril 16, 2024

Sem doação

Dengue pode afetar estoque de sangue do Hemonúcleo de Volta Redonda

O Hemonúcleo de Volta Redonda, que funciona no Hospital São João Batista, está precisando mais do que nunca dos doadores voluntários de sangue para garantir o estoque de plaquetas e outros hemocomponentes diante do número de casos de dengue registrados na cidade do aço. É que, nos pacientes com suspeita de dengue grave com persistência de sinais de choque, sangramento grave ou disfunção grave de órgãos, pode ser necessária a transfusão de plaquetas, um hemocomponente essencial na coagulação de sangue. Além disso, a dengue afeta também o número de inaptos para a doação de sangue.
O coordenador técnico do Núcleo de Hemoterapia, o médico hematologista Luiz Gonzaga Lula de Oliveira Lima, lembra que o Hemonúcleo de Volta Redonda atende a seis hospitais: o próprio Hospital São João Batista e mais cinco unidades: o Hospital do Retiro; o antigo Cais Aterrado; além de três hospitais privados na cidade; e ainda fornece hemocomponentes para unidades em outros dois municípios.
“O grande número de casos de dengue registrado na cidade e na região aumentou a demanda por hemocomponentes. Quase que diariamente há necessidade de transfusão de concentrado de plaquetas, indicada para acometidos de dengue hemorrágica. Precisamos que os voluntários que estejam aptos para doar nos ajudem a garantir o estoque”, afirmou Lula, lembrando que o prazo de validade da plaqueta é curto – de apenas cinco dias.
Ele está certo. O Ministério da Saúde, por exemplo, emitiu nota técnica sobre a triagem de candidatos a doador de sangue. Pessoas que tiveram dengue ou tomaram a vacina, determina o órgão, não podem doar sangue por um tempo, de acordo com os seguintes critérios:
– Pessoas que tiveram dengue comum devem aguardar 30 dias após a recuperação completa;
– Pessoas que tiveram dengue hemorrágica (dengue grave) devem aguardar 180 dias após a recuperação completa;
– Pessoas que tiveram contato sexual com pessoas que tiveram dengue nos últimos 30 dias deverão aguardar 30 dias após o último contato sexual;
– Pessoas que tomaram a vacina contra a dengue devem aguardar 30 dias após a vacinação.
Luiz Gonzaga Lula lembra que o Banco de Sangue precisa de qualquer tipo sanguíneo. “Uma única doação de sangue pode salvar até quatro vidas, e, antes da coleta, todos passam por triagem clínica”, ressalta. O Hemonúcleo de Volta Redonda está aberto para coleta de segunda a sexta-feira, das 7 às 13 horas.

Acesso aos exames
Recentemente, a Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Lei 3.291/20, do depuatdo Dr. Pedro Ricardo, determinando que os doadores de sangue poderão ter acesso a todos os exames realizados após a retirada do material. O texto está nas mãos do governador Cláudio Castro, aguardando sanção ou veto. A medida atinge as empresas privadas, que deverão disponibilizar os resultados dos exames em até sete dias úteis depois de estarem prontos ou após solicitação. Já as instituições públicas terão o dobro do prazo, ou seja, 14 dias úteis. Os resultados terão que ficar armazenados por até 180 dias, sendo obrigatória a disponibilização dos mesmos, de forma gratuita, por meio digital. No caso das instituições públicas, o envio também poderá ser realizado através de carta registrada. Tem mais. Os resultados devem estar acompanhados da mensagem ‘Médico é o profissional adequado para avaliar estes resultados, não tire conclusões por conta própria, consulte- se com um médico’.
“Muitos doadores de sangue não têm acesso aos resultados dos exames realizados no sangue doado e acabam por não saber de doenças as quais são portadores. Estes doadores, com enfermidades que desconhecem, poderiam buscar um tratamento ao tomarem conhecimento dos resultados”, comentou o autor, destacando que as empresas serão responsáveis pelo sigilo dos resultados, na forma do seu fornecimento e em conformidade com a legislação vigente. ‘As empresas também são obrigadas a informar ao doador de sangue sobre o direito ao recebimento dos resultados em seus sites na internet”.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp