quarta-feira, maio 29, 2024
CasaEditoriasCSNPoliticagem, não!

Politicagem, não!

HOSPITAL-VITA-P.-DIMAS-1

O juiz Roberto Henrique dos Reis, responsável pelas decisões envolvendo o litígio CSN-Vita, determinou a antecipação da audiência especial marcada inicialmente para a próxima segunda, 16 de maio. A reunião acontecerá já na sexta, 11, no cartório da 4ª Vara Cível, no Fórum de Volta Redonda, com representantes da CSN, do Grupo Vita, MP, MPF, e o administrador judicial nomeado pelo próprio magistrado.

 

A decisão de antecipar a audiência especial foi tomada no final da noite desta segunda, 7, após reunião na Câmara de Vereadores, que tinha pedida pelos médicos do Corpo Clínico do Vita. O encontro na Casa Legislativa, como não poderia deixar de ser, teve característica política, tanto pelo local escolhido quanto pelo discurso dos vereadores e deputados presentes. A maioria contra a CSN por entrar com a ação de despejo do grupo Vita de São Paulo, que deve cerca de R$ 50 milhões de alugueis.

 

Contrariado pelos rumos que a desmobilização do Vita vem tomando, recheada de boatos que só aumentam o clima de insegurança na população, o juiz Roberto dos Reis criticou o ‘esforço’ (político) em defesa da discussão de assuntos judicializados. Veja trecho da sua decisão, tomada ontem:

 

“(…) Levando-se em conta a celeuma criada com a suspensão do despejo e a manifestações públicas, inclusive de políticos ávidos por abiscoitar apoio popular defendendo pretenso interesse social, com designações de audiências públicas para discutir assunto judicializado, antecipo a audiência especial para 11 de maio às 14h30”.

Lembrando que até a realização desta audiência especial o despejo de partes da unidade do Hospital Vita, marcado inicialmente para 25 de maio  permanece suspenso.

 

Confira a reportagem completa na próxima edição do aQui, sábado, 12. Ou acompanhe as atualizações sobre este assunto na nossa página no Facebook.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp