Política & Cia

Por Mateus Gusmão

Comércio demitiu 401 funcionários em apenas três meses

O prefeito Samuca Silva (PV) tem dito rotineiramente que um dos seus principais objetivos é a geração de empregos. E gaba-se de ter implantado o Alvará Fácil. Não deveria. Se conversasse com os ‘não aliados’ da CDL-VR ficaria sabendo que o comércio foi o setor que mais demitiu voltarredondenses nos três primeiros meses do ano.

Os números são oficiais, do Ministério do Trabalho, e no total dos últimos 90 dias, os comerciantes locais demitiram 406 pessoas. Detalhe: só em fevereiro foram 293 demissões. De janeiro a março, o setor de Serviços também demitiu mais do que contratou, cortando ao todo 168 vagas. Sorte é que outros setores chegam a apresentar leve recuperação. A construção civil contratou 38 funcionários. Já a área industrial contratou 168 profissionais.

 

Terceirização

O prefeito Samuca Silva vai terceirizar o estacionamento rotativo da cidade do aço, que terá um novo nome, bem pomposo, por sinal: VR Parking. A minuta do edital de licitação já está disponível no portalvr e tem até área para a população opinar sobre o projeto. Pelo edital, descobre-se que a prefeitura vai entregar o rotativo por não ter recursos para investir no serviço. E ainda por acreditar que, com o parquímetro, os motoristas vão desistir de andar de carro. Então, tá!

 

Reforma trabalhista

O deputado Deley de Oliveira votou contra a Reforma Trabalhista do presidente Temer. Ponto para o ex-craque. Já Alexandre Serfiotis (PMDB) votou a favor. Bola preta pra ele.

 

Pelada

A prefeitura de Volta Redonda vai realizar na segunda, 1º, um torneio de futebol entre as secretarias municipais. Será no Raulino de Oliveira. Detalhe: a última partida será entre os integrantes do gabinete de Samuca contra um time formado por vereadores e assessores. A intenção do técnico do time dos parlamentares era colocar, como becões, Carlinhos Santana e Fernando Martins para marcar o artilheiro Samuca Silva. Não vai dar, pois ambos estão ‘contundidos’.

 

Comemoração

Alguns vereadores do ‘Grupo dos 7’, de apoio a Samuca, comemoraram a demissão de aliados de Carlinhos Santana. “Agora vou ver se consigo encaixar mais gente”, disparou um deles. Política é assim, né?

 

Sem mudança

Esfriou entre os vereadores a ideia de mudar o horário das sessões das 18 para as 15 horas. É que eles acham que elas ficariam mais vazias do que de costume.

 

Deixe uma resposta