segunda-feira, fevereiro 26, 2024
CasaGERALPerfil do emprego

Perfil do emprego

Indústria abriu mais de sete vagas de emprego por dia em Volta Redonda

Por Mateus Gusmão

O setor industrial talvez seja o mais criticado em Volta Redonda, principal- mente por conta da presen- ça da Companhia Siderúr- gica Nacional, que, com a Usina Presidente Vargas, é a maior empregadora do setor e, consequentemente, da cidade do aço. Durante 2023, por exemplo, muitos políticos e órgãos estaduais e federais, durante manifes- tações, chegaram a pedir o fechamento da UPV e sua reestatização. O que, feliz- mente, não aconteceu. Pelo menos é o que mostram os dados de geração de emprego apresentados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho.
Para se ter uma ideia, só o setor industrial local teve saldo positivo na criação de 2.796 vagas – foram 8.476 admissões contra 5.680 demissões – de janeiro a dezembro de 2023. Isso significa que as indústrias contrataram, em média, mais de sete pessoas por dia no município. Esse volume de contratação corresponde a cerca de 97% de todas as vagas de trabalho abertas no ano passado no mercado de trabalho da cidade do aço.
No global, Volta Re- donda registrou um saldo positivo de 2.984 vagas de janeiro a dezembro, sendo que foram contabilizadas 33.276 admissões, contra 30.292 desligamentos no período. Após a indústria, o setor que mais abriu vagas foi o de Serviços, com o saldo positivo de 300 colocações no mercado de trabalho; o comércio teve o acréscimo de 158 oportu- nidades, além de nove novos empregos a mais na Agropecuária. O setor de construção encerrou com
279 contratações a menos. Segundo levantamento feito pelo aQui no portal do Caged, a maioria das vagas abertas na cidade do aço foi para os homens, 1.811, sendo que as mu- lheres ficaram com 1.173. Tem mais. A maioria das vagas foi para jovens entre 18 e 24, que ficaram com 2.074 das quase três mil abertas durante o ano. O saldo de empregos dividi- do por grau de instrução mostrou que a maioria das vagas ficou para quem tem ensino médio completo:
mais de duas mil vagas.
Recuperação de vagas
Como não poderia deixar de ser, o prefeito Neto comemorou o saldo positivo na geração de emprego. Isso porque, desde que reassumiu o
Palácio 17 de Julho em 2021, Volta Redonda con- tabiliza um saldo positivo acumulado de mais de nove mil vagas – 9.252. No período, a Indústria teve um crescimento de 5.488 vagas; o setor de Serviços, 2.316; o Comércio teve um saldo positivo de 916 contratações; e a Construção teve um aumento de 535 oportunidades, e três vagas a menos em Agropecuária.
Para Neto, os números consolidados do Caged indicam que o município tem cumprido sua missão de oferecer as melhores condições para seus moradores terem uma vida digna. “Assumimos o governo, em 2021, em um dos momentos mais dramáticos da pandemia de Covid, com a cidade tendo perdido mais de duas mil vagas de emprego no ano anterior, e já no primeiro ano de mandato recuperamos essas vagas e ainda acrescentamos outras mil. Obter esse saldo positivo de nove mil contratações é motivo de muita alegria, são mais de nove mil pessoas podendo alimentar suas famílias e viver com dignidade. Ainda podemos alcançar mais, e o anúncio da CSN é prova disso; vamos nos esforçar para terminar 2024 com números ainda melhores”, disse Neto.
Neto ainda destacou ações do governo que cor- roboraram para o cresci- mento de empregos na cidade do aço. Nos últimos meses, teve início a cons- trução do condomínio industrial às margens da Via Dutra, no Roma, uma estrutura com 50 mil me- tros quadrados que deve hospedar cerca de 15 em- presas. A prefeitura, por meio da Secretaria de As- sistência Social e da CBSI (do grupo CSN), iniciou em dezembro a seleção de candidatos para mais de 500 vagas de emprego. Até hoje ainda rende filas diárias no portão de acesso à UPV, logo depois da Passagem Superior.
Neto também lem- brou que na segunda, 29, a CSN anunciou que vai investir mais de R$ 2 bi- lhões na modernização da Usina Presidente Vargas (ver detalhes na página 2), que deve gerar cerca de cinco mil empregos até 2026, além de investi- mentos no setor imobiliá- rio, como a construção de edifícios residenciais em alguns de seus terrenos na cidade. Ainda em 2023, a CSN já havia aberto inscri- ções para mais de 300 va- gas na área de siderurgia, sendo 120 delas para mu- lheres, além de a empresa incentivar a inscrição de pessoas com deficiência (PCDs).


Barra Mansa também teve saldo positivo na geração de empregos

O prefeito Rodrigo Drable também tem o que comemorar em relação à geração de empregos em Barra Mansa. O município, também segundo o Caged, fechou o ano de 2023 com um saldo positivo de 1.049 vagas – sendo 13.209 admissões e 12.160 demissões.
As mulheres foram as que conquistaram mais oportunidades de trabalho: 617. Os homens, por sua vez, ficaram com 432 postos de trabalho. A maioria das vagas foi para os jovens entre 18 e 24 anos, com 796 vagas. Quanto ao grau de instrução, quem tem ensino médio completo também foi quem teve mais oportunidades: 952.
O setor que mais abriu vagas foi o de Serviços – 564 oportunidades; seguido do comércio, com 202; construção com 159; indústria, 105 vagas; e agropecuária teve a abertura de 19 postos de trabalho.

ARTIGOS RELACIONADOS

7 dicas para sair do sufoco

Leite Humano

Alta Feliz

LEIA MAIS

Bate-Bola Sérgio Luiz

Lazer

7 dicas para sair do sufoco

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp