quarta-feira, dezembro 1, 2021
CasaGERALPauta livre

Pauta livre

 

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Silvio Campos, deu o pontapé para a campanha salarial 2018 dos trabalhadores da CSN. No último boletim da entidade, Silvio elaborou um pequeno questionário como forma de consultar os trabalhadores sobre os itens que serão reivindicados à CSN. Silvio acredita que, com a recuperação da economia, será possível garantir reajustes e benefícios, como aumento de salário e no valor do cartão-alimentação. “Diferentemente dos últimos anos, que o início das campanhas salarial se deu em momento de crise, hoje as empresas vivem um momento melhor, com aumento no volume de produção e com boas perspectivas para o ano”, acredita Silvio.

No questionário elaborado pelo Sindicato, Silvio Campos espera que os trabalhadores respondam questões que farão parte da pauta, como itens econômicos, sociais e sobre melhores condições de trabalho. Há equipes do Sindicato na porta das empresas da base (Volta Redonda, Barra Mansa, Resende, Porto Real, Quatis, Itatiaia, dentro outras cidades) abordando os operários e solicitando o preenchimento da pesquisa. A previsão é que este trabalho dure duas semanas, e que as pautas sejam entregues ainda em abril. A database da categoria é 1º de maio.

Dentre as perguntas do questionário, o Sindicato quer saber o nome da empresa em que o operário trabalha, qual função exerce, quanto tempo ele tem de empresa, se a assembleia deve ser realizada na portaria da empresa ou na sede do sindicato, e ainda os principais anseios do funcionário que poderiam ser incluídos na pauta de negociação. “Este ano, a intenção é se buscar as perdas dos últimos anos. Apesar de ainda não haver uma recuperação plena da economia, a expectativa é de um resultado mais favorável que o ano passado, com recuperação das perdas e aumento real”, comentou Silvio.
Cauteloso, o líder sindical preferiu não falar em valores para reajustes. Mas lembrou que a inflação do período não chega a 3%, e que as perdas salariais dos últimos anos ultrapassa 12%.

Artigo anteriorViva!
Artigo seguinteEscolinha de Judô
ARTIGOS RELACIONADOS

Boa ajuda

Boa parceria

Curtas

LEIA MAIS

Grampos

O roubo da identidade

Resistindo à violência

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp