sexta-feira, fevereiro 23, 2024
CasaEditoriasBarra MansaPalavra de Fátima

Palavra de Fátima

Vice-prefeita de Barra Mansa vai apoiar candidata da Baixada e descarta apoio a Guto Nader.

A professora Fátima Lima, vice-prefeita de Barra Mansa, é uma mulher de palavra. Prova é que surpreendeu todo mundo ao jogar para o ar sua candidatura à Câmara pelo PSD, por falta de apoio financeiro da legenda. Quer mais? Negou apoio aos políticos de Barra Mansa e anunciou que iria apoiar uma mulher. E agora revelou que a sua protegida é da Baixada Fluminense. Mais precisamente a deputada federal Daniela Moté de Souza Carneiro, a Daniela do Waguinho, que busca a reeleição pelo União Brasil.
A escolha de Fátima por Daniela, que é mulher do presidente estadual do UB e prefeito de Belford Roxo, Waguinho, foi anunciada nas redes sociais e, em entrevista exclusiva ao aQui, a vice-prefeita falou dos motivos que a levaram a apoiar uma mulher, que se andar sozinha pelas ruas de Barra Mansa certamente não será reconhecida. “Não é surpresa que escolhi apoiar uma mulher. Essa é uma decisão que eu já tinha firmado no momento em que comecei a estudar quem eu apoiaria”, afirmou, indo além. “Apoiar uma candidatura feminina é ter coerência com o que eu tenho falado sobre a necessidade de a mulher estar representada em todos os espaços e, principalmente, na política. A escolha da Daniela do Waguinho vem por um encontro de visão política. Nós temos muitas bandeiras semelhantes e desejamos trabalhar para a solução dos mesmos problemas”, justificou.
Não satisfeita, Fátima deu a entender os principais pontos que a unem à parlamentar da Baixada. “Quero estar ao lado de mulheres que trabalham pela vida do coletivo, da saúde da mulher, da proteção contra a violência, das crianças e jovens, dos mais vulneráveis, do empreendedorismo feminino, da inserção da mulher no mercado de trabalho, da Educação”, pontuou. “Mesmo sendo a maioria no eleitorado, ainda somos a minoria no exercício de cargos políticos no país”, avaliou.
“Não acha que sua decisão prejudica os candidatos de Barra Mansa à Câmara?”, indagou a reportagem do aQui. “Quero construir pontes para o futuro. Se ela pode trazer projetos e verbas federais que vão agregar no avanço do nosso município, não vejo motivo para não somar forças”, ponderou, fazendo questão de afirmar que vai ficar na torcida pelos candidatos de Barra Mansa, como Ademir Mello e Luiz Furlani. “Respeito os candidatos da minha cidade. São meus amigos e torço por eles. São políticos fortes e que contam com bons apoios. Eu assumi o compromisso de eleger uma mulher a candidata federal e seguirei firme no meu compromisso”, reiterou, sem responder à reportagem sobre as verbas que sua candidata, que busca a reeleição, teria enviado para Barra Mansa nos últimos quatro anos (ver box).
A vice-prefeita de Barra Mansa também garantiu ao aQui que ela não está apoiando o empresário Guto Nader, representante da tradicional família Nader de Barra Mansa, como candidato à Alerj. “Estive presente no evento de lançamento da candidatura do Guto Nader, a convite da Daniela do Waguinho e do Waguinho, presidente do União Brasil estadual. Fui para fortalecer a visita da minha candidata em Barra Mansa”, explicou. “A Paula (mulher do empresário) e o Guto são amigos da Igreja Metodista há mais de 20 anos, mas o Guto não é meu candidato. Acho que, antes da política, vem o respeito, a amizade e a convivência pacífica”, pontuou.
Ao encerrar a entrevista, a vice-prefeita de Barra Mansa lembrou que, além de prestigiar o lançamento da candidatura de Guto Nader, ela fez o mesmo para com Marcelo Cabeleireiro, que é o candidato do grupo do prefeito Rodrigo Drable à Alerj. “Também estive presente em outros eventos políticos, como na prestação de contas do meu amigo Marcelo Cabeleireiro, que contou com a presença do governador Cláudio Castro”, disse, sem garantir a ‘palavra’ de que ele, Cabeleireiro, seria o seu candidato. Afinal, como ela mesma frisou, mulher vota em mulher, né?

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp