quarta-feira, julho 17, 2024

No ar

Os fluminenses ganharam no sábado, 29, mais uma nova rádio evangélica para ouvir. Trata-se da Maravilha FM, uma antiga rádio de Petrópolis, que passou a ser retransmitida para a capital e diversas outras cidades do estado. Voltada para o segmento gospel, é mais um empreendimento do ex-deputado estadual Edson Albertassi, que mantém a Rádio 88 FM em Volta Redonda, também evangélica. Detalhe: a deputada federal Dani Cunha, filha do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, seria sócia no empreendimento.
A ideia da Maravilha FM, que já está no ar, é competir com a emissora líder entre os evangélicos cariocas, a Melodia, do deputado estadual Fábio Silva. A rádio foi lançada oficialmente no sábado, 29, em evento de celebração pelo aniversário de 100 anos da Assembleia de Deus, que aconteceu no Maracanãzinho. À imprensa carioca, o ex-deputado Eduardo Cunha disse que atuou como consultor para o lançamento da nova rádio.
Por falar no centenário da Assembleia de Deus, a festa no Maracanãzinho foi apresentada pelo vereador e comunicador Betinho Albertassi. Ele foi responsável por chamar ao palco diversos cantores e políticos evangélicos, entre eles, por exemplo, o deputado Marcos Feliciano, de São Paulo. O evento durou mais de sete horas. Mas o que viralizou mesmo foi um pequeno trecho, em que Betinho convidava ao palco o ex-deputado Eduardo Cunha para falar aos evangélicos presentes. Para surpresa de muitos, Cunha foi vaiado.
O vídeo bombou nas redes sociais e no meio político volta-redondense. Ao aQui, Betinho explicou o que aconteceu. “Eu tive a honra de ser convidado para ser o mestre de cerimônias desse grande evento. Foram horas de festa. Na programação, o Eduardo ficou de falar após as homenagens que a Assembleia de Deus recebeu. Mas foram muitas homenagens, demorou muito, o público ficou cansado, querendo louvor e pregação. Mas o vídeo está cortado, porque ele (Eduardo) foi vaiado quando entrou no palco, mas saiu aplaudido”, garante Betinho.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp