Neto quer criar taxa de iluminação pública

O prefeito Neto enviou à Câmara a Mensagem 020/2021, que visa recriar a famigerada Contribuição para a Iluminação Pública – Cosip. Ele, inclusive, se reuniu com um grupo de vereadores na terça, 27, e pediu apoio para a aprovação do projeto, que já está na Casa de Leis e será encaminhado para as comissões permanentes para análise e, posteriormente, votação em plenário.
Se aprovada, a Cosip será cobrada junto com a fatura de energia elétrica da Light e vai se basear no que for gasto pelo consumidor. Para residências, será cobrada uma taxa de 8%; para imóveis comerciais, 4%; indústrias, 0,8%; administração condominial, 8%; serviços de comunicação e telecomunicação, 4%; imóveis de baixa renda (acima de 140kwh), 8%; e outros serviços e outras atividades (acima de 140 KWH), 4%.
O montante arrecadado com a Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública será destinado ao Fundo Especial de Iluminação Pública, vinculado exclusivamente ao custeio do serviço de iluminação pública.

Deixe uma resposta