terça-feira, julho 16, 2024

Lazer

Aléssia Vitorino ficou famosa no programa lotérico ‘Pernambuco Dá Sorte’, da TV Jornal 30, e ganhou popularidade no Instagram, onde já contabiliza 34,8 mil seguidores, que acompanham as postagens sobre seu trabalho e vida pessoal, incluindo fotos de eventos e como bailarina de bandas de forró. Morando na cidade maravilhosa, a beldade está encantada com as praias do Rio, com o Jardim Botânico, Pão de Açúcar, e o
Corcovado. Gostou? Dá um ‘oi’ para ela no Instagram @alessia_vitorino

Na noite de domingo, Erika Schneider publicou um vídeo no Instagram mostrando um pouquinho dos bastidores de um ensaio fotográfico para a capa da revista Hooks, que ainda não foi publicada. Posou de tranças, botas e um body preto, que evidenciou seu corpo sarado. Na publicação, a ex-Fazenda só recebeu elogios. “Espetacular, a melhor que vi na face da Terra”, escreveu uma internauta. “Lindaaaa”, elogiou outra. “Eita, que ensaio lindo! Tá demais, amiga”, comentou mais uma. Foto: Instagram

O Dia do Orgulho LGBTQIA+, a influenciadora Marcela Porto, a Mulher Abacaxi, revelou que está na fila de adoção para realizar o sonho de ser mãe. Ela pretende fazer uma adoção monoparental, já que está solteira. “Sempre foi meu sonho. Mas meus ex-maridos não queriam. Mas não há nenhum impeditivo por eu ser solteira ou por ser uma mulher trans. Temos esse direito”, dispara. “Tenho 50 anos, por isso espero que o processo não seja demorado. Também não descarto barriga solidária, mas prefiro adotar. É um ato de amor. E quero deixar um herdeiro, ter mais motivação
para trabalhar e criar meu filho em um lugar tranquilo, que é Maricá, onde moro há 35 anos”, acrescentou, aproveitando para falar do Dia do Orgulho LGBTQIA+. “Tenho muito orgulho da mulher que sou. Me sentia muito mal quando olhava no espelho. Agora estou em paz. É importante esta data, mas a nossa luta é diária”, finalizou. Foto: Allan Bertozzi

Alessandra Mattos, ver foto, foi confirmada como musa da Estácio de Sá para o carnaval de 2025 e fala sobre chegada de Tati Minerato, escolhida para ser a rainha da bateria da escola carioca. “Se eu era cogitada, é porque desempenho um papel legal na escola, e isso me deixa muito feliz. Significa reconhecimento. Agora, de fato, se eu não fui, isso não me deixa triste. A escola tem que fazer o que é o melhor para ela. Tem pessoas competentes para resolver isso, como o caso do nosso presidente, Marinho”, comentou.

ARTIGOS RELACIONADOS

Lazer

Lazer

Lazer

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp