segunda-feira, junho 17, 2024
CasaEditoriasArtigosHomens que cuidam da saúde

Homens que cuidam da saúde

O mês de novembro é voltado para a conscientização e cuidados com a saúde do homem,
sobretudo com maior atenção à prevenção do câncer de próstata. A campanha Novembro Azul teve origem na Austrália, em 2003, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a importância das medidas preventivas e o diagnóstico precoce da doença, entre outras tipicamente masculinas. Essa campanha se tornou mais importante porque o câncer de próstata é o tipo mais recorrente nos homens nos dias atuais, representando 10% de todos os cânceres no mundo, com o crescente número de casos após os 50 anos de idade e entre aqueles com histórico familiar.
Os números do Instituto Nacional do Câncer (INCA) indicaram 65.840 novos casos da doença em 2020 com 15.841 mortes registradas no Sistema de Informações do Ministério da Saúde. A falta de informação, o preconceito e até a vergonha levam muitos homens a deixarem de fazer consultas médicas e exames que poderiam detectar o câncer de próstata a tempo de curá-lo.
Além de conscientizar toda a população, essa campanha reforça a cultura da prevenção e do diagnóstico precoce, realizado preferencialmente por um médico urologista. Este profissional é capaz de detectar infecções prostáticas através da consulta, bem como identificar alterações na glândula pelo exame físico (toque retal), que pode ser complementado com exames de sangue (PSA) ou de imagem.
Existem formas de prevenir o aparecimento do câncer de próstata: assumindo atitudes como o controle do colesterol, diabetes e da pressão; evitando o consumo de bebidas alcoólicas e o tabagismo; mantendo uma dieta equilibrada e praticando atividades físicas.
Portanto, homens, fiquem atentos às mudanças do seu corpo: alterações no jato urinário, presença de dor ou ardência ao urinar e secreções ou mudança no aspecto da urina, que podem indicar ocorrência da doença. Nesse caso, o quanto antes, procure ajuda médica.
O Ministério da Saúde enfatiza que “a principal estratégia é o diagnóstico precoce, que tem por objetivo identificar o câncer de próstata no início, a partir de sinais e sintomas. Homens que desejam realizar exames de rotina devem ser orientados pelo profissional de saúde sobre os riscos e possíveis benefícios. A decisão deve ser compartilhada.”
O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura. Livre-se do preconceito e do câncer de próstata!

 Dra. Sula Marie é Médica do Trabalho e colaboradora da Fundação João Paulo II/Canção Nova.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp