Grampos

Quase nada!

Passados quase três meses da data base para a renovação da campanha salarial, a CSN finalmente apresentou uma proposta de reajuste salarial para os seus trabalhadores. A proposta contempla apenas o INPC de 1,65%, sem nada, nadica de nada, de aumento real e foi considerada indecente pelo presidente do Sindicato, Silvio Campos. Embora insatisfeito, ele deverá colocá-la em votação na quarta, 25.  ”Depois de criar tanta expectativa de que estariam estudando uma proposta justa para apresentar, os representantes da CSN chamaram o Sindicato e apresentaram uma proposta vergonhosa, isso sim”, desabafou Silvio.

 

Pela proposta, além dos salários, o reajuste de 1,65% seria estendido ao cartão alimentação – de R$ 370,00 para R$ 376,26, com um aumento de apenas R$ 6,00. E ainda ao auxilio creche, que passaria a ser de R$ 551,15. Vale lembrar que os reajustes são retroativos a 1º de maio. A votação acontecerá na Praça Juarez Antunes, das 6 às 18 horas, de forma secreta. Detalhe: Silvio está orientando os trabalhadores a não aprovar a proposta, pois acredita que a CSN irá melhorá-la.

 

No boletim à classe, Silvio explicou sua posição. “Não tem como aprovar uma proposta que não contém aumento real, aumento real no cartão alimentação, carga extra no cartão e tantos outros”, disparou, anunciando que vai propor que os metalúrgicos digam “não à CSN”. “Precisamos nos unir e nos valorizar. Afinal, o patrão não dá um aumento justo sem que os trabalhadores se organizem e mostrem a sua força”, concluiu.

 

Escória – A grande imprensa continua dando espaço para políticos, ambientalistas e promotores se lambuzarem com o caso da escória da CSN. Procurada para repercutir a ação, a CSN não quis se manifestar. Mas um dos diretores da empresa soltou um comentário a respeito. Bem irônico, por sinal. “Por que será que ninguém aqui, nem aí, se surpreende com isso? É porque a Marcela Harumi persegue a CSN, visivelmente”, disparou, referindo-se à posição da procuradora do MPF, Marcela Harumi Takahash, que está pressionando a CSN a assinar um Termo de Ajuste de Conduta reconhecendo que a escória faz mal. Coisa que a CSN não aceita. 

 

Escritório Central – O que seria o último capítulo da novela mexicana que tem como enredo a negociação entre a CSN e o Palácio 17 de Julho sobre o Escritório Central da empresa foi adiado mais uma vez. Se não chover ou fizer sol escaldante; se não fizer frio ou calor insuportável; deverá acontecer na próxima quarta, 25.  

 

Bumbum – Há quem garanta que o Dr. Bumbum, o médico Denis Cesar Barros Furtado, preso na tarde de quinta, 19, acusado de matar Lilian Quezia Calixto, é natural de Vassouras. Sua família, inclusive, teria uma fazenda e um hotel na cidade. E teria ligações familiares com um famoso médico de Volta Redonda. Nada contra, é claro. Mas o médico local não quer assumir a ligação com o famoso ‘doutor bumbum’.

 

A conferir (I) – Boatos dão conta que a Unimed Volta Redonda teria adquirido a Unimed Angra dos Reis.

 

A conferir (II) – Boatos dão conta (mais uma vez) que a Rede D’Or já teria assumido o controle do Hospital Samer, de Resende.

 

A conferir (III) – Boatos dão conta do possível fechamento do Hospital Regional, localizado em Volta Redonda, e que é administrado por uma OS da Bahia, contratada pelo governo do Estado.

 

Saindo – Wellington Silva, o secretário de Transportes do governo Samuca deve deixar a pasta. Detalhe: ainda em julho. Motivo: quer se dedicar à família e isso passa por não morar mais em Volta Redonda. 

 

Ultrassonografia – Essa é para Samuca resolver: quem é associado ao Faps e precisa de um exame do ultrassonografia do abdômen total está sendo obrigado a recorrer a laboratórios particulares. Na rede, o exame só é marcado para dois ou três meses depois.

No particular, com desconto de 50%, o exame sai por R$ 96. É mole?

 

Voltando Como foi convencido a desistir da sua candidatura a deputado federal, o vice-prefeito Maycon Abrantes estaria exigindo retornar ao comando da Smac, hoje nas mãos de Marcão. Que, convenhamos, fez mais do que ele em pouco tempo, dizem os entendidos.

 

Reunião – Maycon, inclusive, teria chamado Marcão para ‘um papo’, a ocorrer talvez ainda neste final de semana. Isso se já não ocorreu…

 

Fora – O ex-vereador e ex-deputado estadual Ademir Melo desistiu de sua pré-candidatura a deputado federal por Barra Mansa.   Ou melhor, foi obrigado a desistir por estar com o nome na Lista Suja do TRE. Outro tradicional político, o ex-prefeito de Volta Redonda, Paulo Cesar Baltazar, que é pré-candidato a deputado estadual, também estaria no mesmo caso. Ele nega.

 

Empregos (I) – Em nota, a prefeitura de Volta Redonda garante que 200 pessoas já foram selecionadas para trabalhar em uma empresa de call center, que vai se instalar na cidade do aço. “Terão salários compatíveis com a função de consultor de relacionamento, além de vale-transporte, tíquete alimentação e plano de saúde”, detalhou. “Fico muito feliz de saber que 200 pessoas conquistaram um emprego. Volta Redonda está mudando e são mudanças importantes para a cidade e para as pessoas. A nossa cidade ainda será conhecida como a cidade dos empregos. O novo shopping, que vai inaugurar em outubro, vai gerar outros 3 mil empregos. Espero que as pessoas se preparem para estas oportunidades que a prefeitura de Volta Redonda está trazendo e para muitas outras que o nosso governo ainda vai trazer”, destacou Samuca.

 

Empregos (II) – Como o aQui já anunciou, a empresa de call center que chegou em Volta Redonda está deixando Piraí, onde trabalham 700 funcionários. Quando a mudança for sacramentada, mais 500 pessoas serão contratadas na cidade do aço.

 

Empregos (III) – Em Piraí, serão 700 novos desempregados. Certo?

 

Sede – Com a novela do Escritório Central em andamento, o prefeito Samuca Silva está impedido de anunciar um dos últimos capítulos: o de ceder (alugar) um ou dois andares para essa empresa de call center de Piraí se instalar na Vila. Se der errado, como o aQui já anunciou, a empresa deverá se mudar para uma área no Laranjal.

 

Sem partido – Os diretores da UHG (ver matéria na página 12) fazem questão de dizer que não tinham nenhum objetivo político na bronca com o governo Samuca. “Não somos políticos. Somos apartidários”, afirmam.

 

Aliás… – As pendengas da UHG com o Palácio 17 de Julho não são exclusividade do governo Samuca. Houve também com o ex-prefeito Neto. “Mas pelo menos ele nos recebia”, disparou um diretor sem saber que, em entrevista ao aQui, Samuca teria se colocado à disposição da entidade para resolver o caso.

 

Teorias – A direção da UHG não acha que exista uma conspiração palaciana para enfraquecer a entidade e, talvez, até tentar desapropriar a área ocupada pelo HSJB.

Mas não descarta totalmente essa hipótese. Detalhe: ao aQui o prefeito deixou bem claro que nem pensa na teoria. Muito pelo contrário.

 

Aperto (I) – Para quem não sabe, os associados da UHG têm direito a quartos particulares, no caso de internação hospitalar, no prédio anexo ao HSJB. Na teoria, seriam quatro quartos para atender os cerca de 700 associados.

 

Aperto (II) – Mas na prática, um dos quartos está cedido pela entidade para hemodiálise de pacientes do HSJB. Outro é usado para presos em tratamento, que necessitam de isolamento e escolta policial. E, às vezes, o local é usado para colocar pacientes com doenças infectocontagiosas. Ou seja, sobram dois quartos para atender os cerca de 700 associados da UHG.

Em falta – Falando em 0800, rola nos corredores do hospital que o salário dos médicos do HSJB estaria atrasado há pelo menos dois meses. A conferir.

 

Tá brincando? – Quem também ainda não viu a cor do dinheiro foram os vencedores do 29º Salão de Humor de Volta Redonda. O prêmio deveria ter sido pago até dezembro do ano passado, mas até agora nada. Com a palavra, a secretária de Cultura. Ou ela não tem nada a dizer? 

 

Convenção – Faltam menos de 15 dias para terminar o prazo das convenções partidárias, a bolsa de apostas está pegando fogo. Muitos, que fizeram pré-campanha, estão a postos para tirar o time de campo. Até grandes nomes só pensam ‘naquilo’.

 

Visitas – Com a saída de Samuquinha e Maycon, o prefeito Samuca Silva passou a receber uma romaria de pré-candidatos, todos buscando apoio. Mesmo que seja só um naco… 

 

Presidente – O senador Álvaro Dias deve ter deixado Volta Redonda com uma excelente sensação. Granato, presidente da Câmara, por exemplo, só se referia a ele como futuro Presidente da República. “Tenho certeza que vai vencer”, dizia.

 

Apoio – Um balde de água fria pode ser jogado nas cabeças de Rogério Loureiro e Granato. Motivo: estavam se preparando para assumir a campanha de Romário ao governo do Estado. Só que o Baixinho não está passando segurança a ninguém de que será, de fato, candidato à sucessão de Pezão.

 

Lixo – Como o aQui antecipou com exclusividade, a prefeitura de Volta Redonda vai gerar energia elétrica através do lixo urbano por meio de uma usina de lixo. A secretaria de Meio Ambiente, inclusive, realizou na quarta, 19, uma reunião com as cinco empresas que participaram do chamamento público para participar das licitações do projeto de geração de energia a partir de resíduos sólidos urbanos. A comissão especial vai avaliar as melhores propostas, incluindo a viabilidade financeira e ambiental, entre outros requisitos. Uma boa!

 

Recesso – Os vereadores de Volta Redonda, ainda em recesso, não estão curtindo a folga. É que, em agosto, eles terão que apreciar o projeto que regulariza o Uber e aplicativos similares. Há pressão de todos os lados: taxistas de um lado e população e Ubers de outros.

 

Índio – O PSD promove hoje, sábado, 21, sua convenção para confirmar o nome do deputado federal Índio da Costa como candidato ao governo do Estado. Também vai oficializar o nome de Bruno Marini como candidato a depu-tado estadual; e o nome de Nelson Gonçalves como candidato à Câmara. Detalhe: até ontem existiam boatos de que Nelsinho desistiria da Câmara para tentar voltar à Alerj, Ao aQui, ele foi taxativo: será candidato a federal. 

 

Denúncia – A reforma do Parque Aquático da Ilha São João foi entregue em janeiro. No dia 5, para ser exato. Só que até hoje, seis meses, segundo um leitor, a piscina olímpica nunca chegou a ser aberta ao público. Ele vai além. Diz que até as catracas de acesso nunca funcionaram e que os vestiários estão quebrados, com água parada no chão. Pedindo para não ser identificado, o leitor garante que o administrador do parque estaria ameaçando os funcionários.

 

Mudos – Até hoje ninguém explicou os motivos que levaram Maycon Abrantes e Samuquinha a não abrirem a boca na entrevista coletiva, realizada na quinta, 19, onde o prefeito Samuca anunciou que os dois não seriam mais candidatos a nada.

 

Pererecas – O Ministério Público obteve decisão liminar obrigando a Light e a prefeitura do Rio de Janeiro a remover todas as caixas de som instaladas nos postes de energia elétrica da várias ruas da Zona Oeste do Rio. Caso não cumpram a determinação, estarão sujeitas a multa de R$ 5 mil por equipamento não retirado. Deve ser ruim morar na cidade maravilhosa cheia de ‘pererecas de postes’, não é mesmo? A propósito, fez bem o prefeito Samuca Silva em mandar silenciar as pererecas de postes que já estavam berrrando  nos ouvidos de quem passava pela Vila.

 

Leilão –  A Justiça do Trabalho de Volta Redonda e o leiloeiro oficial Fábio Manoel Guimarães reali-zarão leilão presencial e eletrônico na quinta, 26, a partir das 13 horas, na Justiça do Trabalho e pelo site www.leiloesjudiciais.
com.br/rj. Serão leiloados um apartamento em Volta Redonda e uma cobertura em Juiz de Fora, além de diversos veículos e outros bens. Detalhes em www.
leiloesjudiciais.com.br/rj .

 

PSC – A candidatura de Paulo Rabello de Castro à Presidência da República foi homologada ontem, sexta, 20, durante convenção nacional do PSC. Hoje, sábado, 21, será a vez da legenda oficializar as candidaturas do ex-juiz federal Wilson Witzel ao governo do Estado, e do presidente nacional do PSC, pastor Everaldo Pereira, ao Senado. E ainda dos candidatos a deputado estadual e federal da legenda.

 

Exclusivo – A surpresa da convenção do PSC será o anúncio de que o voltarredondense Thiago Martins (exAAP-VR) desistiu de se lançar  candidato a deputado estadual. O motivo é nobre: Thiago vai assumir a coordenação da campanha do ex-juiz federal Wilson Witzel como candidato ao governo do Estado em todo o Sul Fluminense.  

 

Convite – Até o fechamento desta edição não estava acertado se Benjamin Steinbruch seria vice ou não de Ciro Gomes nas eleições presidenciais. Enquanto isto, Steinbruch estaria empenhado em dizer ao mercado que seu ex-funcionário (Ciro trabalhou na CSN em 2016) não será um risco caso seja eleito para governar o país.

Bomba – Alguns peixes graúdos da política de Volta Redonda estão ficando com insônia só de ouvir uma palavra: dossiê. Tchan, tchan, tchan, tchan.

Vagner Tueler - o baixinho

Mais um – A lista dos pré-candidatos a deputado estadual nas eleições de outubro ganhou mais um nome, o de Vagner Tueler. O político de Porto Real, filiado ao Avante pelas mãos do presidente estadual da legenda, Vinicius Cordeiro, é conhecido por defender a causa LGBT, e ainda na defesa dos idosos e animais. Detalhe: garante que se for eleito, uma de suas principais metas será criar cotas de emprego para o povo LGBT. Em se tratando dos animais, Tueler diz que vai criar leis mais severas para quem maltratar os bichinhos.

 

Cabo eleitoral (I) – Marcelo Calero, ex-ministro de Temer, que denunciou o escândalo do apartamento do então ministro Geddel, é pré-candidato a deputado federal. Recém filiado ao PPS, o ‘bonitão’ já tem um cabo eleitoral aguerrido em Barra Mansa: o vereador Thiago Valério, presidente da sigla no município.

 

Cabo eleitoral (II) – Thiago, que se encontrou com o pré-candidato na segunda, 16, em Barra Mansa, diz que Calero é um exemplo a ser seguido. “O ex-ministro Geddel continua preso até hoje. Marcelo Calero, pra mim, é um exemplo a ser seguido! Abriu mão de sua posição de ministro para não ser conivente com corrupção. Me sinto honrado de tê-lo no PPS”, declarou.

 

Dificuldades – Por falar em Thiago Valério, sua decisão de fazer oposição a Rodrigo Drable continua dificultando as coisas para o seu lado. Os aliados do governo têm até pegado pesado com ele. Na semana passada, a Casa,  reprovou um simples pedido de informação requerido por Thiago a fim de obter detalhes sobre uma possível parceria entre a prefeitura de Barra Mansa e certa empresa que estaria prestando serviços ao município.

 

Suspeito (I) – O pedido de informação de Thiago era para saber se a Azevedo Consultoria Ambiental e Energética, empresa presidida por Vinícius Azevedo, presidente do Condema, estaria prestando serviços à prefeitura. E, óbvio, que serviços seriam esses e quais seriam os termos do contrato. Mas, como a Casa reprovou o pedido, o parlamentar continua sem saber qual a verdadeira relação entre a Azevedo Consultoria Ambiental e Energética e o governo. Vixe.

 

Coleta – O Saae-BM ampliou o serviço de coleta seletiva para o Monte Cristo e o caminhão passará pelo bairro sempre às quartas-feiras na parte da manhã.

 

Telefone – Por falar no Saae, o órgão criou um serviço de Call Center, que está disponível pelos números 115 e (24) 3512-4333, de segunda a sexta, das 7 às 22 horas, e aos fins de semana e feriados das 6 às 18 horas.

 

Concurso – A Câmara de Barra Mansa finalmente liberou o edital do concurso público para preenchimento imediato de 16 vagas e 14 para formação de cadastro reserva. A contratação terá o tempo determinado de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez por igual período. Apesar da crise, e lembrando que no final de 2017 a Casa devolveu dinheiro para os cofres públicos, o concurso não será isento de taxas. Deveria.

 

Reforma – A sede da subprefeitura da região Leste será reformada pela prefeitura de Barra Mansa. As obras vão durar cerca de 120 dias. Ótimo. Mas fica a pergunta: não podiam ter feito a reforma antes de dar posse ao novo ‘subprefeito’, Marco Chiesse, não? Parece… sei lá, mas parece! Ah, a desculpa é que a sede não passava por obras desde 1995, há 23 anos. Haja!

 

Lazer – Amanhã, domingo, 22, das 8 às 16 horas, a prefeitura de Barra Mansa vai realizar a primeira edição do “Lazer na Leste”. Será nas ruas Lacyr Schettino, entre os números 68 e 258, e na Jandir Luis da Rocha, na altura dos números 186 a 272.

 

Concurso – A coisa está preta em Barra Mansa. Exemplo: o processo seletivo da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos realizado nos dias 4 e 5 recebeu 1.576 inscrições. Detalhe: para apenas 60 vagas. O cargo mais procurado foi o de agente administrativo, que recebeu 584 inscrições, seguido de auxiliar de serviços gerais com 326, agente educador (233), motorista (139), agente educador para acolhimento (116), psicólogo (105) e assistente social (73).

 

Música – Na manhã de segunda, 16, o prefeito Rodrigo Drable recebeu os professores do II Festival Internacional de Música de Barra Mansa, que vai até o próximo dia 28 de julho. Aproveitou para defender que nos próximos anos o festival “seja um grande vetor de desenvolvimento da cidade”. “Além da música e cultura, o evento é bom para o comércio, hotelaria e restaurantes, trazendo para Barra Mansa turistas e pessoas que queiram consumir na cidade. Por isso, é importante que todos nós estejamos unidos e prestigiando os nossos jovens”, concluiu. É, pode ser. E merecia uma ajuda maior da prefeitura, não é mesmo?  

 

Hipermercado – Na semana passada, dia 12, o prefeito Rodrigo Drable visitou as obras do novo Royal, que está sendo construído na Avenida Três de Outubro, no Centro. O hipermercado contará com restaurante, cafeteria, lojas de diversos segmentos, farmácia e estacionamento para 200 veículos. A inauguração está prevista para fevereiro de 2019 e a expectativa é que o novo empreendimento gere 350 empregos. O diretor-presidente da rede de supermercados, Keisabro Chokyu, esteve presente e fez média com o prefeito. “A população pedia bastante este tipo de supermercado na região e nós vimos em Barra Mansa um grande potencial de crescimento. Em funcionamento, ele será o maior supermercado da região Sul Fluminense e também o mais moderno”, informou. Há controvérsias.

 

GMs – A Câmara de Barra Mansa aprovou a mensagem do Executivo nº 17/2018 que trata sobre a aposentadoria em regime especial dos servidores da Guarda Municipal. A proposta foi aprovada por unanimidade (a Casa estava cheia, grifo nosso). Com a alteração, a aposentadoria voluntária, com proventos integrais, independentemente da idade, poderá ser requerida após 30 anos de contribuição, desde que conte pelo menos 20 anos de exercício no cargo e funções diretamente ligadas às atividades de Segurança e Ordem Pública para os homens. No caso das mulheres, a aposentadoria poderá ser requerida após 25 anos de contribuição, com pelo menos 15 de exercício efetivo. O projeto já foi sancionado pelo Executivo. Hoje, a GM é formada por 136 guardas.

 

Mãos dadas (I) – Na inauguração da luxuosa sede da Igreja Universal do Reino de Deus em Barra Mansa, um fato chamou atenção e um dos fiéis, em contato com o aQui, disse que o prefeito Rodrigo Drable e os vereadores Marcelo Cabeleireiro (presidente da Câmara) e Wellington Pires teriam ficado lado a lado durante a fala dos líderes evangélicos. “Pareciam unha e carne”, sentenciou, politicamente falando, é claro. Os três, para quem não sabe, travam uma luta nos bastidores contra Paulo Cesar, o PC, presidente do diretório local do PRB.

 

Mãos dadas (II) – Há quem garanta, por exemplo, que PC, que é católico, esteve presente, mas teria sido solenemente ignorado pelos três. O prefeito, inclusive, de cara emburrada, nem o teria cumprimentado. 

 

Mãos dadas (III) – Jorge Costa, ex-vice-prefeito do governo Jonas Marins, aderiu ao Partido Verde. Deixou de ser vermelho para se ligar ao prefeito Rodrigo Drable, que também já foi amigo dos comunistas de Barra Mansa. E coube a seu Jorge, como o expastor verde da IURD passou a ser conhecido, levar o senador Eduardo Lopes ao Clube Municipal, reduto de Marcelo Cabeleireiro. Convidado a fazer companhia ao senador, PC ‘polidamente’ teria recusado o convite alegando, entre outras, que não iria dividir espaço (poder) com o ex-vice-prefeito e muito menos com o atual presidente da Câmara de Barra Mansa.

 

Mãos dadas (IV) – Recentemente, quando o senador Eduardo Lopes passou pela região, coube a PC levá-lo aos gabinetes dos prefeitos etc. Esteve até no de Rodrigo Drable. Segundo uma testemunha, o prefeito estava ‘possesso por dentro’. PC deve ter pensado  em fazer como Zagalo, nosso técnico campeão, quando soltou a famosa frase ‘vocês vão ter que me engolir’.     

 

Justiça – Há quem garanta que o oficial de Justiça encarregado de intimar o vereador Marcelo Cabeleireiro (PDT ou PSDC) a apresentar defesa em seu processo de cassação na Justiça Eleitoral teve que fazer campana durante dois dias seguidos em frente à casa do parlamentar. Só saiu de lá quando Marcelo, achando que ele já tinha ido embora, deixou a residência. Antes não o fizesse. Resultado: a intimação foi entregue.

 

Obreiro – O ex-vice-prefeito Jorge Costa (PV), para quem não sabe, não é mais pastor da IURD. Passou a ser obreiro e como tal é chamado de ‘seu Jorge’. A novidade chegou aos ouvidos do verdadeiro ‘seu Jorge’, famoso cantor da MPB. E, adepto do candomblé, ‘seu Jorge’ anda fulo com o ‘seu Jorge’ de Barra Mansa.

 

Obreiro (II) – Segundo uma fonte, que pede que seu nome não seja revelado, Jorge Costa teria sido rebaixado de pastor a obreiro por não ter aceitado uma missão evangélica, nobre por sinal: “ser transferido para a fronteira do País para evangelizar Índios”. “Tudo por conta dos erros políticos do passado que foram contados na ‘fatura’ da IURD”, diz a fonte.

 

Obreiro (III) – O ‘não’ de seu Jorge teria sido dado na Catedral de Del Castilho, no ano passado. Detalhe: como obreiro, o ex-vice-prefeito se viu em enrascada, pois nunca trabalhou nem tem profissão, completa a fonte. “Após a exoneração do governo, ele implorou uma vaga no gabinete do Senador Eduardo Lopes, pois obreiro da IURD não tem remuneração”, encerra. Maldade.    

Apad – A Associação de Pais e Amigos dos Deficientes de Barra Mansa empossou sua nova diretoria para o período 2018-2022. A atual presidente da instituição, Sônia Coutinho, foi reeleita

Deixe uma resposta