quarta-feira, julho 17, 2024

Grampos

Lista (I)
Depois, Mineirinho, como quem não quer nada, puxou do bolso uma lista com suas previsões para as eleições de 6 de outubro (ver matéria na página 11). E, sem falsa modéstia, garantiu a Neto que irá acertar tudo. “É tudo matemática. Os números não mentem”, comentou, entregando a lista a Neto, que passou alguns minutos vendo as previsões de Mineirinho. “É isso aí”, resumiu o prefeito, que também tem fama de acertar os prognósticos que faz para todo tipo de eleição. Até para síndico de edifício…

Lista (II)
Neto só discordou das previsões de Mineirinho sobre o PP (partido do prefeito), que, segundo o vereador, deve eleger apenas três parlamentares nas eleições de outubro. “Vamos fazer quatro vereadores”, retrucou Neto. “Temos sete bons candidatos, todos com no mínimo dois mil votos cada. Só aí já são 14 mil votos. Temos candidatos de mil votos, de 800 votos, 500 votos. Teremos ainda uns 4 mil votos de legenda. Vamos passar dos 21 mil votos no total e, assim, devemos eleger quatro vereadores”, calculou. “Ou cinco”, completou, de forma bem otimista.

Lista (III)
Entre os primeiros mais votados do PP de Neto, estariam Renan Cury, Neném e Novaes. Correndo por fora, estariam Vair Duré e Maurício Batista.

Contando
Quem bem aproveitou o churrasquinho solidário foi o vereador Luciano Mineirinho, que
ficou ao lado de Neto (ver foto) por mais de duas horas, podendo conversar bem informalmente sobre tudo. Mineirinho aproveitou e pediu algumas obras, que o prefeito prometeu atender. Detalhe: o vereador chegou a revelar a Neto que conta com o apoio de cerca de 30 empresas de contabilidade da cidade para se reeleger. Mostra que é um bom mineirinho…

Lados opostos (I)
Neto (PP) e o irmão, o deputado estadual Munir Neto (PSD), não andam falando a mesma língua quando o assunto passa por eleições municipais em dois municípios da região: Barra Mansa e Barra do Piraí. Na primeira cidade, Neto apoia Furlani, e Munir diz que ainda não bateu martelo. “Vamos nos acertar”, comentou Munir, dando a entender que ele e Neto vão resolver os dois casos.

Lados opostos (II)
Munir chegou a comentar que está sendo assediado politicamente por Marcelo Cabeleireiro, pré-candidato a prefeito de Barra Mansa pelo União Brasil. “Ele esteve lá na Alerj para me entregar o convite do lançamento da campanha (ontem, sexta, 14, grifo nosso)”, detalhou, sem dizer se iria ou não. Detalhe: Cabeleireiro conta com o apoio do deputado estadual Jari Oliveira, adversário do Palácio 17 de Julho, o que leva a crer que Munir deve fechar com Neto e Furlani.

Lados opostos (III)
Em Barra do Piraí, pelo que o aQui apurou, Neto e Munir têm tudo para marchar com a vereadora Kátia Miki, do Solidariedade. Munir, então, está super animado e entende que a parlamentar tem tudo para derrotar os figurões de Barra do Piraí. Aliás, o lançamento da pré-candidatura da parlamentar será neste sábado, 15, às 18 horas, na sede do Royal, tradicional clube de Barra do Piraí. Importante: ela é da terrinha, mais precisamente de Vargem Alegre, distrito do município, tem 42 anos, e é advogada, uma boa advogada.

Aposta
O prefeito Antônio Francisco Neto não esconde de ninguém que aposta na reeleição de pelo menos 15 dos atuais 21 vereadores de Volta Redonda. Só não diz quem estaria com a corda no pescoço. Em compensação, revela que um dos que deverão ser reeleitos tem tudo para ser campeão de votos em 2024: “O vereador Buchecha”, disparou, durante o ‘churrasco solidário’, evento beneficente realizado por ele e sugerido pelo parlamentar na tarde de domingo, 9, no Clube Comercial. Buchecha, é claro, abriu aquele sorriso de felicidade. “Mas tenho que trabalhar, não posso parar”, ponderou.

Conselho
Neto, aliás, estava impossível no churrasquinho solidário, evento que contou com a ajuda da FOA, da Transporte Excelsior etc. Ao jovem Serginho, pré- candidato a vereador e filho de Rogério Loureiro, o prefeito deu o seguinte conselho: “Você tem que ter pelo menos uns 1.500 votos para ser o segundo da legenda. Uns dois mil votos”, completou. Loureiro pai concordou, acenando com a cabeça. Mas ele também recebeu um conselho do prefeito: “Você tem que ajudar o seu filho como ajudou o Lela (vereador) na eleição passada”. O empresário também concordou.

Homenagem
No churrasquinho solidário, o prefeito Neto liberou uma notícia exclusiva ao aQui, que o jornal soltou nas redes sociais: vai homenagear Paulo Afonso, ex- presidente do Sindpass, dando o seu nome ao futuro hospital veterinário de Volta Redonda, que está sendo construído no bairro Santa Tereza. O volta-redondense Oswaldo de Miranda Nascimento, amigo do empresário, fez questão de agradecer a Neto. “Bela homenagem, vou avisar à família do Paulo”, disse.

Bairro
A localização do futuro Hospital Veterinário rendeu uma boa polêmica, afinal, para muitos, a obra estaria sendo feita no Eucaliptal, como o aQui chegou a noticiar. Marcão, ex- assessor do ex-prefeito Samuca Silva, foi o primeiro a contestar. “É no Santa Tereza”, disse, fato confirmado por Rafael Paiva, secretário de Comunicação do atual governo. “Fica no Conforto”, rebateu o vereador Neném. “É no Rústico”, comentou um internauta. “Não importa onde fica, o que vale é a homenagem”, disse Jerônimo Telles, secretário de Obras. Ele está mais do que certo.

PL
A projeção de Neto para o PL do vice- prefeito Sebastião Faria, que tomou a legenda de Maurinho, hoje no Novo, bate com a projeção na lista de Mineirinho. Segundo eles, o partido deve fazer apenas um vereador. E o eleito seria Edson Quinto. “Vai ser difícil, mas ele leva. Vou trabalhar para ele”, comentou Neto, referindo-se à pré- candidatura do vereador Rodrigo Furtado, que entrou pelo PL por indicação da cúpula estadual do partido. O que o grupo do Palácio 17 de Julho não queria.

Ausência
Quem não prestigiou o evento do churrasquinho solidário foi, vejam só, o vereador Neném, amigo de sala e cozinha do prefeito Neto. “Está em um evento”, justificou o prefeito.

ETPC
Muitos dos que foram ao churrasquinho solidário do Comercial aproveitaram a presença de Neto, que estava de bermuda e chinelos, para conversar com o prefeito de Volta Redonda, tirar fotos e fazer pedidos. Afinal, não é toda hora que o chefe do executivo fica dando sopa no pedaço. Uma senhora, por exemplo, aproveitou para tirar fotos de Neto com seus netos. Saiu feliz da vida. Outro, que não se fez de rogado, criticou o governo por ter cortado várias árvores da Praça da ETPC. Ouviu de Neto que a praça vai ficar linda quando acabarem as obras. “Vamos cobrar”, retrucou.

Cabo eleitoral
O coronel Luiz Henrique, titular da Secretaria de Ordem Pública, prestigiou a festa do churrasquinho solidário. Mas preferiu ficar em uma mesa um pouco mais distante de Neto e ficou o tempo todo no zap. Perdeu a chance de ouvir Neto dizer ao aQui que ele é o melhor cabo eleitoral da sua equipe. “Não acredito!”, respondeu o jornalista. “É sim. Hoje ele é o nosso melhor cabo eleitoral”, insistiu Neto. Então tá.

ARTIGOS RELACIONADOS

Grampos

Grampos

Grampos

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp