sexta-feira, junho 21, 2024

Grampos

PL – Pré-candidato a prefeito, Mauro Campos Pereira, o Maurinho, anda tentando atrair aliados para o seu PL. Na quarta, 13, almoçou com o ex-prefeito e ex-deputado Paulo Baltazar. “Colocando os assuntos em dia e conversando sobre o futuro de Volta Redonda e, principalmente, o quanto a cidade pode melhorar”, disse Maurinho. Há chances de Baltazar retornar à política sendo candidato a vereador.

PP (I) – Alfredo Peixoto, ex-secretário de Saúde de Volta Redonda, confirmou ao aQui o retorno à política, conforme antecipado na edição passada. “Sou pré-candidato a vereador pelo PP”, disparou. Será que consegue se livrar dos abacaxis junto à Justiça Eleitoral?

PP (II) – Partido pelo qual o prefeito Neto vai concorrer à reeleição, o PP já conta com candidatos de peso a vereador, como os vereadores Francisco Novaes e Neném, e se reforçou atraindo os ex-vereadores Junior Granato e Maurício Batista, entre outros. Quem está na legenda diz que Neto, especialista em cálculos eleitorais, anda dizendo que o partido elege pelo menos quatro vereadores. Ou cinco.

PREFEITA – Por falar em Alfredo Peixoto, sua esposa, Pollyanna Mazilli, que é fisioterapeuta com MBA em Gestão Pública, deve ser candidata a prefeita em Rio Claro, sua cidade natal.

PRÉ – O ex-deputado Zoinho de Oliveira, em contato com o aQui, negou que esteja se aposentando da vida pública. “Sou pré- candidato a vereador e vou decidir o partido no ano que vem”, disparou. Segundo ele, são os seus “adversários” que andam espalhando que ele não será mais candidato. Em 2020, quando disputou a eleição para vereador pelo PSD, Zoinho foi o quarto mais votado do partido, com 1.454 votos.

VENDA – A prefeitura de Volta Redonda relançou o edital de concorrência pública 011/23, que busca vender um terreno de 50 mil m2, no Roma II. O certame irá acontecer no dia 2 de outubro, e o Palácio 17 de Julho quer arrecadar pelo menos R$ 10 milhões.

AUDIÊNCIA – A secretaria de Planejamento de Volta Redonda vai realizar, em 27 de setembro, uma audiência pública para apresentar a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2024. Será no auditório do Palácio 17 de Julho, às 15 horas.

ANIMAIS – O vereador Walmir Vitor quer saber o motivo de a secretaria de Meio Ambiente ter paralisado as atuações do Conselho Municipal do Direito dos Animais. O secretário Miguel Arcanjo tem 20 dias para responder à Câmara de Volta Redonda.

LGBT – Por falar em conselho, o prefeito Neto enviou à Câmara a Mensagem 052/23, que visa criar o Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas LGBTI. A proposta será apreciada nas próximas semanas pelos parlamentares.

BOMBA – A Câmara de Volta Redonda aprovou um requerimento do vereador Luciano Mineirinho sobre a atuação da secretaria de Ação Comunitária. O parlamentar, que pode assumir o controle do União Brasil, quer o balanço patrimonial de 2022 até o atual momento, e pediu informações de todos os profissionais que atuam nos Cras (com data de admissão e horário de trabalho). Ah, quer saber se todos estão trabalhando direitinho…

CANDIDATA – Vale destacar que muitos vereadores não estão satisfeitos com a atuação da titular da Smac, Carla Duarte. Motivo: como ela pensa em sair candidata a vereadora, teria deixado de atender aos anseios dos parlamentares. Vem briga aí!

CHUVAS – Será que a secretaria de Infraestrutura de Volta Redonda já se programou para dar uma geral nos bueiros existentes na cidade do aço? Há quem garanta que não. É uma pena… A temporada das enchentes já está dobrando a esquina…

ATENÇÃO – Esse é um alerta para Luiz Henrique, titular da Semop. Os moradores da Colina andam sofrendo com os ruídos gerados nos shows no Clube Comercial. Pior. Hoje, sábado, 16, será dia de baile funk no clube. “Estou pensando em me refugiar em um hotel”, disse uma moradora. “Ninguém fiscaliza o Comercial, parece que as autoridades têm medo da diretoria do clube”, alfinetou.

DIREITA – Por falar no Comercial, quem deve usar o clube neste sábado, 17, para um evento da direita de Volta Redonda é o deputado federal Luiz Lima. Será no horário do almoço, e o parlamentar deve fazer um balanço de suas atividades em Brasília, de oposição ao governo Lula.

FALTA – Não teve sessão legislativa na Câmara de Volta Redonda na quinta, 14. Motivo: a maioria não foi. É triste!

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp