Grampos

samuca

Universal (I) – O prefeito Samuca Silva (PV) esteve no domingo, 29, na catedral da Igreja Universal do Reino de Deus, na Vila, a convite do vereador-pastor Washington Uchôa (PRB), para receber uma ‘oração de bênção’. “Fiquei muito feliz quando o prefeito Samuca aceitou meu convite. Ter a bênção de Deus para os próximos anos será muito importante. E eu, como vereador, espero poder ajudá-lo a realizar um mandato interativo, onde a população seja o centro das atenções”, pontuou Washington Uchôa.

 

Universal (II) – O detalhe é que, assim como fez quando foi a uma Loja Maçônica, às vésperas da eleição, a visita à Igreja Universal não foi divulgada pela assessoria de imprensa de Samuca. E nem foi postada nas redes sociais. Por que será?

 

Universal (III) – Quando a notícia foi postada nas redes sociais, na segunda, 30, Samuca recebeu muitas críticas. Mas, segundo seus assessores, o risco estava calculado. “A Universal tem duas rádios em Volta Redonda, muitos fiéis e o pastor Washington é vereador. Então tínhamos que aceitar o convite, assim como fizemos quando fomos à sede da Loja Maçônica”, destacou um deles, lamentando apenas o deslize de ter deixado o prefeito ser fotografado justamente na hora da oração.

 

Limpeza (I) – A volta às aulas dos alunos da rede municipal de Volta Redonda, na quinta, 2, foi marcada por incertezas. Isso porque ninguém sabia se as escolas estariam limpas, já que as auxiliares de limpeza, da Via Result, empresa que presta serviços para a prefeitura, estavam em greve, exigindo pagamento dos salários de dezembro, mais o 13º.  Após o aQui divulgar o caso no Facebook, na tarde de quarta, 1º, o prefeito Samuca Silva convocou o dono da empresa e este teria se comprometido a pagar o que devia às funcionárias.

 

Limpeza (II) – Outro empresário chamado ao Palácio 17 de Julho foi o dono da Realiza, responsável pela limpeza das unidades de saúde, que teria demitido todas as suas funcionárias, alegando falta de repasses por parte da prefeitura. O empresário, depois de conversar com Samuca, cancelou as demissões.

 

Explicação – Em entrevista ao programa Dário de Paula, Samuca disse que se encontrou com os dois empresários para acalmar os ânimos. “As pessoas podem ir trabalhar porque vamos pagar os fornecedores, eu falei isso para os proprietários. O problema é a dívida do passado, pois pegamos a prefeitura com dois meses de atraso”, disse, referindo-se à falta de repasses tanto para a Via Result quanto para a Realiza. “Recebi a prefeitura com R$ 11 milhões em caixa e mais de R$ 100 milhões de restos a pagar. A conta não fecha. Eu quero pagar, mas não tenho como. As despesas de janeiro serão pagas, eu garanto isso”, destacou.

 

Promessa – Na entrevista a Dário de Paula, o prefeito garantiu que vai pagar aos fornecedores que ainda não receberam pelos serviços prestados durante o governo Neto. E olha que são muitos. “Fizemos uma comissão para que ela estude e aponte as prioridades de pagamento e para a gente negociar com os fornecedores. Nós vamos pagar todas as dívidas. Quem prestou serviço vai receber, mês a mês. Isso é que estamos propondo” disse, mostrando que vai tentar parcelar as dívidas que ficaram para trás. Pelo menos as grandes. Que assim seja!

 

Falta – Estaria faltando tudo, ou quase tudo, na Unidade Básica de Saúde do Açude I. Até tinta para imprimir guias e encaminhamentos estaria em falta. O bebedouro, nesse calorão, não está funcionando. Pena.

 

Da série… – A Câmara de Volta Redonda vai realizar, em 20 de fevereiro, um pregão presencial para contratar uma empresa que forneça água mineral sem gás durante os próximos 12 meses para os ilustres parlamentares. Algo contra a água do Saae, que pode ser bebida de bebedouros?

 

Benefício – Sabe o que Samuca Silva, Rodrigo Drable, Mário Esteves e todos os prefeitos do Brasil têm em comum? Vão passar a receber férias e 13º salário. A decisão foi tomada pelo Supremo Tribunal Federal. Autor da façanha: o ministro Luis Roberto Barroso, que foi o relator da ação.

 

Estragado – Na noite de terça, 31, Samuca foi, segundo ele, de surpresa ao Hospital São João Batista para fazer uma inspeção. De cara encontrou o ar condicionado da recepção, em pleno verão, estragado. “Pedi para um técnico de outra secretaria ir lá arrumar”, disse. “Estamos empenhados em resolver todos os problemas, como o da falta de leitos”, acrescentou.

 

Campanha – A Cohab, que teria a receber mais de R$ 500 milhões de usuários do ‘Minha Vida’, iniciou uma campanha para incentivar os mutuários a quitarem seus débitos com a autarquia. Oferece até 50% de desconto nos juros de mora. “O número de mutuários é muito grande e a inadimplência na Cohab supera 70%. Algumas pessoas já teriam quitado seus imóveis se estivessem pagando tudo em dia”, contou o diretor da companhia, Fernando José Pereira Rabello.

Os interessados devem ir até a sede da autarquia, levando identidade, CPF e comprovante de residência. A campanha termina no dia 31 de julho.

 

‘Volta às Aulas’ – A Suser vai iniciar na segunda, 6, a operação ‘Volta às Aulas’, visando combater irregularidades no transporte escolar de vans e dos veículos particulares. É bom mesmo, pois a maioria dos motoristas não está nem aí para quem não tem filho estudando. 

 

Chorume – A direção do Saae-VR revogou a concorrência de nº 10/2014, que previa a construção de uma Estação de Tratamento de Chorume. Motivo oficial: problemas financeiros. 

 

Debate – O Sindicato dos Metalúrgicos vai promover no próximo dia 15, a partir das 18 horas, um debate sobre a reforma da Previdência na Câmara de Volta Redonda. Vai convidar diversas autoridades para debater sobre os mitos e as verdades que estão sendo divulgadas pela grande imprensa e governo.

 

Ato falho – Quem tem boa memória deve se lembrar do chavão usado pelo prefeito Neto de ‘transformar Volta Redonda em uma cidade que todos sonhavam morar’, não é? Pois bem, até Samuca, atual prefeito, deve ter sido influenciado por Neto. Prova maior é que em recente postagem no Facebook, Samuca, ao anunciar a saída do ex-presidente do IPPU-VR, Ricardo Moreira, substituído pela arquiteta Maria Ilma, não deixou por menos: “Seguimos trabalhando muito para tornar Volta Redonda a cidade que sempre sonhamos em morar”. Neto agradece e bate palmas:

 

Mudança – Por falar na mudança do comando do IPPU-VR, uma pergunta foi enviada à redação do aQui para ser transmitida ao prefeito Samuca: por que não efetivou o arquiteto Ronaldo Alves, que já comandou o órgão, ao invés de contratar mais uma pessoa, onerando a folha da autarquia? 

 

Currículo (I) – A arquiteta e urbanista Maria Ilma de Andrade Silva, para quem não sabe, é amiga pessoal de Samuca e trabalha na prefeitura de Barra do Piraí, onde chegou a comandar a secretaria de Obras no governo Maércio de Almeida. Detalhe: não deixou nenhuma grande realização à frente da pasta.

 

Currículo (II) – Com o prefeito Mário Esteves, a nova presidente do IPPU-VR não encontrou espaço, provavelmente por questões políticas, avalia uma fonte do aQui em Barra do Pirai. “Porque, até o momento, Mário não nomeou um secretário de Obras, apenas o subsecretário, acumulando interinamente a titularidade, logo, sem receber o salário de secretário, e, sim, de sub, que é bem menor”, pontua a fonte, pedindo para não ser identificada. “Na tarefa de substituir Lincoln Botelho e seus mais de 40 anos de experiência, ela (Maria Lima) precisará de muita sorte”, avalia. 

 

Pedido – Samuca Silva & Cia não querem esquecer o ex-prefeito Neto nem que a vaca tussa. Na terça, 31, ao anunciar que os verdes tinham depositado os salários de janeiro, a assessoria de imprensa de Samuca aproveitou para cutucar o adversário do PMDB, hoje trabalhando com Pezão, no Rio de Janeiro: “Mesmo com dificuldades financeiras e com o decreto de calamidade no âmbito financeiro por conta da dívida de R$ 805 milhões, a prefeitura de Volta Redonda pagou em dia o funcionalismo público”, comemorou a assessoria do Palácio 17 de Julho. “Conforme havia prometido o prefeito Samuca Silva”, acrescentou.

 

Salários – No release onde anunciou que pagou os salários de janeiro, Samuca acabou reconhecendo o que o aQui previu: que os recursos só sairiam se a CSN pagasse o IPTU com desconto de cota única. “Isso também  foi possível porque a CSN pagou em cota única o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), no valor de R$ 36 milhões: O resultado da política do diálogo”, gabou-se Samuca, reforçando que todos os fornecedores da prefeitura também receberão os seus pagamentos. Que assim seja!    

 

Polêmica – A decisão da direção do Saae-VR de registrar um BO (Boletim de Ocorrência) na 93ª DP levantando suspeitas sobre “um furo” que teria ocorrido em uma das tubulações da ETA do Belmonte não pegou bem junto à opinião pública. Ficou a impressão de que tudo não passou de uma desculpa esfarrapada para esconder erros da própria autarquia, que deixaram a população sem uma gota d’água por vários dias. 

2017-02-03-PHOTO-00000399

Estágio – Volta Redonda, como se sabe, é uma das piores cidades do Sul Fluminense quando o assunto é mobilidade urbana. E parece que faz estágio para virar capital. Em qualquer horário, por exemplo, já podem ser vistos grandes pontos de congestionamento, mesmo sem nenhum acidente. É o caso da Rodovia dos Metalúrgicos, que na quinta, 2, estava engarrafada no sentido Centro, como mostra a foto, antes das 8 horas.

açude

Açude – Na segunda, 6, às 19h30min, os moradores do Açude (I, II, III e IV) vão instalar, oficialmente, o Fórum do Desenvolvimento Local. O evento será no salão de festas do Cidinho, na Rua 4, do Açude II, ao lado da quadra de esportes. A ideia é passar a discutir e buscar o fortalecimento e crescimento da comunidade em todos os aspectos, frisa um dos gestores do Fórum.

A comunidade do Açude é formada por cerca de 16 mil moradores, e entre os integrantes do Fórum estão ex-presidentes da Associação de Moradores, como Soró (ex-vereador), Paulinho da Rua 4, e Souza, além de seis ex-candidatos à Câmara nas eleições de 2012. O atual presidente, Antônio de Fátima Passos, o Xaxá, também faz parte do grupo e poderá contar com o apoio do Fórum para buscar melhorias para a comunidade, que hoje conta com cerca de 80 negócios de pequeno e médio porte.

Nas eleições para prefeito, Samuca se deu bem nos bairros, arrancando cerca de 40% dos votos. Apesar de ter sido eleito, Samuca nunca mais voltou à região, que não conseguiu eleger nenhum vereador. Está órfã, de pai e mãe.

Um dos maiores problemas enfrentados pelos moradores do Açude diz respeito às enchentes que são frequentes e atingem várias ruas, como a Glória Roussim, entre outras (ver foto). Ou seja, os riachos e as ruas precisam de uma boa limpeza e que os bueiros sejam desentupidos pela prefeitura de Volta Redonda. E não são!  Tá explicado, não é? Ah, o posto de saúde que atendia de manhã e à tarde agora só funciona em meio expediente, e assim mesmo sem médico. Todos são ‘atendidos’ por uma enfermeira.

praça

Jardim Normândia – No sábado, em sua página do Facebook, o aQui postou algumas fotos para ilustrar o movimento das ‘mães amigas da pracinha do Jardim Normândia’, criado para fazer o que a secretaria de Serviços Públicos (ainda existe?) não faz, que é capinar e limpar o entorno da praça, além de cuidar da limpeza da quadra de esportes, frequentada por crianças, jovens e adultos até de bairros vizinhos, como o São Geraldo. A postagem foi visualizada por cerca de dois mil internautas. Mas ninguém da secretaria de Serviços Públicos deve tê-la visto ou curtido, pois até ontem, sexta, 3, o serviço ainda estava sendo  feito por funcionários contratados pelas ‘mães amigas da pracinha do Jardim Normândia’. É mole?    

Detran – O ex-prefeito de Três Rios, Vinicius Farah (PMDB), vai assumir a presidência do Detran. Poderia ser uma simples troca, mas não é. José Carlos Araújo, que dirigia o órgão, era do grupo de Paulo Melo (PMDB), que caiu em desgraça junto a Pezão e Picciani.  

 

Servidores – A prefeitura de Volta Redonda promove no próximo sábado, 11, um Seminário de Integração voltado para os seus servidores. Durante o evento haverá o lançamento do prêmio ‘VR de Gestão Pública Municipal’. “Essa é uma iniciativa que visa o reconhecimento de boas práticas”, explicou Samuca Silva, que será um dos palestrantes. A organização do seminário ainda está definindo o horário e o local, mas o servidor já pode se inscrever pelo site www.voltaredonda.rj.gov.br.

 

Turno – O Sindicato dos Metalúrgicos tem recebido denúncias de metalúrgicos da CSN, dando conta que a empresa estaria obrigando quem faz turno, a preencher um formulário sobre a implantação do turno fixo dentro da UPV. “Nós defendemos e vamos continuar defendendo a jornada de seis horas sempre. Além disso, a nossa posição sempre foi muito clara: Brigamos pela manutenção de empregos e por mais direitos desde o início e vamos lutar até o fim”, ressalta Silvio Campos. 

 

Cicuta – Dez voluntários, liderados pela ARIE da Cicuta, deram início no final de janeiro, ao inventário de mamíferos terrestres de médio e grande porte na Floresta da Cicuta. Serão seis meses de trabalho voluntário e pela primeira vez, as atividades serão realizadas por meio de armadilhas fotográficas. A ação faz parte do Programa de Conservação do ICMBio.

 

Quartel da Ditadura – O MPF e a prefeitura de Barra Mansa vão promover uma audiência pública, no dia 29 de março,  para debater a criação de um Centro de Memória no quartel da do antigo 22º BIMtz.

 

Vereadores –  O prefeito Samuca Silva recebeu ontem, sexta, 3, 20 dos 21 vereadores da cidade ao aço para um café da manhã. Só Edson Quinto não pôde comparecer.  O objetivo foi reforçar a abertura de diálogo entre a prefeitura e a Câmara. Também estiveram presentes o vice-prefeito Maycon Abrantes e assessores do prefeito. “Quero que esse encontro seja realizado mais vezes durante o ano. A gente precisa dessa harmonia. Vai ser um ano de muitas pautas, muitas coisas a se fazer nessa cidade. Em algumas delas, precisamos ter esse momento de confraternização. Estou à disposição para algumas pautas mais emergenciais, agradeço a presença de todos e quero que vocês entendam esse gesto como simples, singelo, de diálogo, aberto, franco, coerente, profissional entre as duas casas”, explicou Samuca.

 

Triagem – Um sorriso bonito e a saúde bucal em dia é o desejo de todos, não é mesmo? Pensando nisso, o curso de Odontologia do UniFOA irá promover na quinta, 9, mais uma edição da triagem para atendimento Clínico Odontológico. Os interessados devem comparecer à Clínica Integrada do campus Três Poços, a partir das 13 horas.

Nesse primeiro contato os profissionais irão avaliar a necessidade de tratamento de cada usuário, para assim encaixá-los em serviços adequados. A expectativa é que mais de 500 pacientes possam de beneficiar de tratamentos de qualidade, com taxas básicas e acessíveis à população. Lembrando que a triagem é gratuita. Mais informações pelo telefone (24) 3340-8429.

 

Deixe uma resposta