sexta-feira, fevereiro 23, 2024
CasaGERALGastos extras

Gastos extras

Mais de 15 milhões podem se tornar inadimplentes com as compras natalinas

Apesar da queda mostrada acima, o quadro pode piorar. É que o final do ano traz consigo a alegria das festas, mas também o desafio de gerenciar os gastos para evitar dívidas que possam perdurar em 2024. Uma pesquisa recente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), em parceria com a Offerwise (fornecedora global de percepções do consumidor), revelou que 33% dos consumidores que planejam presentear neste ano possuem contas em atraso, sendo que 69% estão com o nome sujo. Esses números destacam a importância de abordar as finanças de maneira consciente durante as comemorações festivas.
O estudo também apontou que 24% dos entrevistados que têm a intenção de comprar presentes de Natal têm o hábito de gastar além de suas possibilidades. A situação se agrava quando 9% afirmam que planejam deixar de pagar alguma conta para adquirir os tão desejados presentes. Essas informações indicam que cerca de 15,2 milhões de consumidores podem acabar se tornando inadimplentes devido às compras natalinas.
Edemilson Koji Motoda, presidente do Instituto Geoc, que reúne as 24 principais empresas de cobrança do país, destaca a importância de cuidar do orçamento neste período. Ele ressalta a necessidade de equilíbrio entre presentear e manter as finanças saudáveis: “É importante que os consumidores tenham ciência de seus limites financeiros, evitando comprometer o orçamento com gastos desnecessários. Planejamento é a chave para um início de ano tranquilo”.
O presidente do Instituto Geoc dá algumas sugestões para evitar o endividamento durante as festas: 1 – Organização financeira: Antes de sair às compras, é fundamental estabelecer um orçamento realista para presentes e celebrações.
2 – Priorize as necessidades: Avalie a real necessidade de cada compra e concentre-se nos presentes mais significativos.
3 – Faça uma pesquisa de preços: Compare os preços e aproveite as promoções, garantindo que suas compras sejam conscientes.
4 – Evite parcelamentos excessivos: Opte por formas de pagamento que não comprometam o futuro, evitando juros e parcelas longas.
5- Negocie débitos pendentes: Caso já esteja endividado, busque negociar suas dívidas antes de realizar novas compras.
Com esses cuidados, os consumidores podem desfrutar das festividades sem comprometer seu bem- estar financeiro. Seguindo essas valiosas dicas a transição para 2024 pode ser marcada por prosperidade e estabilidade financeira.
Sobre o IGEOC – Com 17 anos de atuação, o Instituto GEOC e suas associadas se diferenciam no mercado pelas soluções inovadoras, atendimento humano qualificado e pelo incessante investimento em tecnologias, na busca ininterrupta pelas melhores práticas, representando e lutando pelo segmento em diversas instâncias. As associadas do IGEOC atuam em diversos segmentos, como cartões de crédito, consórcio, educação, produtos bancários para pessoa física e jurídica, veículos, utilities, grandes redes de varejo, cobrança mercantil, com abrangência em todo território nacional.

ARTIGOS RELACIONADOS

Todo carnaval tem seu fim

Depois de quarta

‘Prevenir’

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp