Fato ou Boato?

Você acredita em tudo o que lê nas suas redes sociais? No Facebook, Whats
App, Twitter,? Se acredita, não deveria!

Na seção ‘Fato ou boato?’ desta semana, vamos falar de uma mensagem que circulou no Whatsapp nos últimos anos, e que na quarta, 10, (dia do fechamento desta coluna, e data marcada para o depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro, na ação da Lava Jato) voltou com tudo. Pior. Mesmo com tantas evidências e informações contrárias, tem gente que ainda acredita. Trata-se da propriedade do frigorífico JBS – Friboi. A mensagem diz que Fábio Luis Lula da Silva, o Lulinha, filho do Lula, é o dono da Friboi. A notícia faz referência à página da Veja Online como fonte da informação, o que acabou dando fidedignidade ao boato.

A história teria começado a circular em 2015, quando o prefeito de São Carlos (SP), Paulo Altomani [PSDB], afirmou que “não era justo o Tesouro Nacional tirar dinheiro de São Carlos para repassar ao BNDES para financiar, por exemplo, a empresa Friboi, que pertence ao Lulinha”. O desabado foi feito em forma de texto que convocava os munícipes para as manifestações que aconteceram naquele ano, no dia 15 de março.

Em abril de 2015, o prefeito foi acionado judicialmente para desmentir a informação e “colaborar para o restabelecimento da verdade”. Tarde demais. A mentira ganhou uma proporção imensa e se espalhou rapidamente pela internet.  A própria Friboi divulgou um comunicado esclarecendo que “os nomes dos maiores acionistas da JBS poderiam ser encontrados no site da empresa”, e disse ainda que o site trazia ainda informações sobre a cota, em ações, de cada sócio da Friboi. “44% são de propriedade de uma holding chamada FB Participações, que é formada por membros da família Batista, fundadora da JBS”, esclareceu.

Desmentido o boato, muita gente ainda acredita que Lulinha seja o dono da JBS. Provavelmente por conta da velha máxima que diz onde há fumaça, há fogo! Mas neste caso, não. 

Deixe uma resposta