Façam as apostas!

O deputado federal Antônio Furtado e o vice-prefeito Maycon Abrantes estão no centro das atenções da política voltar-redondense. Não é para menos. Tudo por conta dos mais recentes boatos que correm pelas salas do Palácio 17 de Julho dando conta que estariam conversando a respeito das eleições do ano que vem. E, principalmente, pelo fato de poderem se unir contra o prefeito Samuca Silva que, certamente, buscará sua reeleição. “O Furtado disse na frente dos seus assessores que está conversando com o Maycon sobre sua candidatura a prefeito”, revelou uma fonte do aQui, pedindo anonimato.
A conversa entre o parlamentar e sua equipe realmente aconteceu. Foi no final da tarde de sexta, 9, no Aterrado. Nela, Furtado teria tentado aparar algumas arestas. “Não conseguiu totalmente”, avalia um dos presentes, que vai além. Prevê a saída de alguns assessores, que estariam felizes com a quantidade de policiais que Furtado teria nomeado para o seu gabinete, em Brasília. Outros estariam insatisfeitos com a postura do próprio diante do quadro sucessório em Volta Redonda. Entendem que o parlamentar deveria anunciar de uma vez por todas se vai ou não sair como candidato (pré, é claro) à sucessão de Samuca Silva.
Em uma das reuniões, Furtado estaria acompanhado, segundo a fonte, de gente bem próxima ao ex-deputado estadual Edson Albertassi. Mais precisamente de Simone Albertassi. O que reforçaria a tese da conspiração contra Samuca e do convite que Furtado poderia ter feito a Maycon Abrantes. “Uma prima do Maycon está intermediando a conversa do deputado com o vice-prefeito”, garante a fonte, que vai além. “Ele (Furtado) disse na frente de todos (uns 30 assessores, grifo nosso) que está mesmo conversando com o vice-prefeito”.
Antônio Furtado e Maycon Abrantes foram procurados pelo aQui para comentar todos os boatos. E os dois juram que não estão armando nada contra Samuca. Muito pelo contrário. “De fato tenho reuniões periódicas com meus assessores. Esses encontros servem para definirmos estratégias para melhor atender a população de Volta Redonda e das demais cidades do Sul Fluminense. É aqui, na região, que está a minha base eleitoral”, disse inicialmente o deputado-delegado.
“Em nenhuma reunião, com quem quer que seja, muito menos com meus assessores, surgiu ou foi falado que sou pré-candidato a prefeito de Volta Redonda. Até porque esse assunto já foi amplamente tratado, inclusive com a imprensa. Estou focado no meu mandato como deputado federal e em como posso ajudar o Brasil a voltar a crescer. Minha preocupação atual é realizar o melhor trabalho possível como deputado. Estou envolvido em pautas nacionais importantes, entre elas: aprovação do pacote anticrime, projeto da liberdade econômica, reforma tributária e nova lei de licitações”, enumerou.
A partir desta colocação, Furtado tratou de desmentir a conversa que teria tido com Maycon. “Só para entenderem que essa pergunta foge da minha rotina de conversas: desde que fui eleito encontrei uma única vez com o vice-prefeito Maycon e o tema sucessão municipal não fez parte dos assuntos conversados”, disparou, garantindo ainda que ninguém estivesse tentando aproximá-lo de Maycon. “Não existe essa aproximação (com Maycon, grifo nosso) e nem alguém (a prima de Maycon, grifo nosso) está tentando construí-la”.
O vice-prefeito, Maycon Abrantes, ao ser procurado, inicialmente limitou-se a dizer que não estaria se reunindo com Furtado e que a armação contra Samuca não passaria de um boato. “Não houve qualquer articulação com o deputado. Nem próximos nós somos. Nos encontramos oficialmente quando ele esteve em um evento da prefeitura”, pontuou.
Indagado sobre que atitude tomaria caso Antônio Furtado lhe fizesse uma proposta para 2020, Maycon soltou essa: “Tenho um compromisso com o Samuca e pretendo honrá-lo. Além disso, nós (Samuca e eu) somos pré-candidatos. Até onde eu saiba, nada mudou”, teorizou, dando a entender que pretende sair de vice em 2020.
Quanto à sua prima, que é empresária do ramo de roupas, Maycon prometeu apurar o que estaria ocorrendo. “Realmente tenho uma prima envolvida com o delegado, mas ela não está fazendo a ponte entre nós. Mas vou fazer uns contatos para saber se o Furtado tem realmente a intenção de me convidar. Quero saber disso melhor”, pontuou.
Mais tarde, Maycon decidiu enviar uma mensagem à reportagem para tratar dos vários assuntos, transcrita – na íntegra – a seguir. “Eu e o deputado Antônio Furtado temos uma relação harmoniosa, e o conheço desde sua passagem como delegado na 93ª DP”, escreveu, indo além. “Inclusive, há época, meu pai era presidente da CDL e ele sempre atendia aos convites de reuniões e eventos na casa”, contou.
Hoje presidente da Cohab, Maycon disse que no encontro com Furtado – que teria ocorrido após a eleição de 2018 – ele já teria até pedido ajuda para a empresa. “Após sua posse o encontrei apenas uma vez na prefeitura o qual aproveitei para desejar sucesso e pedir ajuda ao município e a COHAB, inclusive, pois a casa própria é um sonho de todos”, pontuou, aproveitando para falar como se candidato fosse. “Nesse momento eu tenho me dedicado muito aos problemas da cidade e sobre as eleições municipais apenas tenho conversado com o prefeito sobre isso”, afirmou.
Na sua segunda postagem, Maycon mudou o tom diante do boato de que uma prima, empresária do ramo de roupas, estaria intermediando seu encontro – antigo, atual ou futuro – com Antônio Furtado. “Com relação a alguém estar articulando essa situação, desconheço. Minha prima, que é assessora do deputado, e foi citada como uma possível articuladora, não tenho tido contato com ela há algum tempo”, escreveu.
Tanto Furtado quanto Maycon têm, é claro, o direito de negar qualquer estratégia, qualquer acordo que possam estar entabulando, mas a fonte do aQui, questionada, insiste em manter o mistério que envolve os dois políticos locais. “O deputado não está com o prefeito, não. Muito pelo contrário. Está conversando com o vice-prefeito e deixou claro que é capaz, sim, de sair candidato, pois o prefeito estaria lhe enchendo o saco”. Façam suas apostas…

Deixe uma resposta