domingo, junho 16, 2024
CasaEditoriasEXCLUSIVO: Pastora Raquel desiste de ser candidata a vice na chapa de...

EXCLUSIVO: Pastora Raquel desiste de ser candidata a vice na chapa de Mauro Campos, e Maurinho agora aposta em advogado e evangélico como vice

EXCLUSIVO: Pastora Raquel desiste de ser candidata a vice na chapa de Mauro Campos, e Maurinho agora aposta em advogado e evangélico como vice

Mateus Gusmão

A pré-candidatura de Mauro Campos Pereira, o Maurinho, a prefeito de Volta Redonda, anda aos trancos e barrancos. O primeiro foi quando ele perdeu o comando do PL (Partido Liberal) para o grupo do atual prefeito, Antônio Francisco Neto. A legenda, que já tinha até uma casa de campanha luxuosa no Aterrado, foi parar nas mãos do engenheiro Sebastião Faria, pré-candidato na chapa de Neto. A saída para Maurinho, na época, foi procurar abrigo no partido Novo.
Mas, agora, um novo tranco acaba de ser descoberto, com exclusividade, pelo aQui. Maurinho, que é dono do cemitério Portal da Saudade, sofreu uma nova derrota importante na caminhada rumo ao Palácio 17 de Julho: a pastora Raquel Costa simplesmente desistiu de sair na sua chapa como candidata a vice-prefeita.

O nome de Raquel, como todos se lembram, foi anunciado depois de um longo mistério, recheado de insinuações por parte do empresário contra o grupo do prefeito Neto. O anúncio oficial foi feito no dia 23 de maio, há 15 dias, em um pomposo evento do Novo na sua casa, no Aterrado. Ela seria pré-candidata a vereadora e teria sido convencida por Maurinho a trocar o desafio e sair como vice. “Quando conheci a Raquel, me encantei por sua trajetória, uma mulher evangélica, que cuida das pessoas. Acredito que ela ajude a complementar a chapa”, destacou Mauro, todo sorridente, na época.
Maurinho não esperava que, em duas semanas apenas, Raquel iria desistir de concorrer às eleições. Detalhe: já teria até comunicado à direção da igreja Projeto Vida, da qual faz parte, que não irá mais disputar as eleições municipais. Nem como vice, nem como vereadora. “Ela conversou com as lideranças da igreja e comunicou que prefere continuar com suas funções na igreja. Na Projeto Vida, ela, como pastora, é responsável pela evangelização de mais de três mil jovens. Ela tem uma grande missão e decidiu permanecer tocando seus projetos”, detalhou uma fonte do aQui, pedindo anonimato.

Na coletiva em que Raquel foi anunciada como vice, o aQui chegou a questioná-la se teria o aval da cúpula da Projeto Vida para sair como vive de Maurinho, que não é evangélico. Ela respondeu que não e disse que a empreitada seria uma decisão pessoal. Segundo a fonte, isso não agradou ao apóstolo Joel Pereira e ao bispo Laydson Cruz, aliados de Neto. “Não é interesse da igreja ter candidatura ao Executivo. Ela não conversou com ninguém da Projeto Vida sobre isso. Em conversas com os líderes da igreja, ela percebeu que seria melhor continuar cuidando dos jovens da Projeto Vida do que se aventurar na política”, contou a fonte.

A pastora Raquel Costa, inclusive, já apagou das redes sociais qualquer registro sobre o partido Novo ou sobre o projeto de ser vice de Maurinho. Tem mais. Comunicou sua decisão à Igreja e viajou para a Europa. Já Mauro Campos segue com registros do anúncio da pastora como sua candidata a vice nas redes sociais. Já tá na hora de deletar as postagens…

Procurado na tarde de sexta, Maurinho confirmou a informação exclusiva do aQui. E disse que a pastora teria explicado a ele que sua filha estaria passando por um problema de saúde. E, por isso, ela não conseguiria se dedicar à campanha da forma que achava que deveria. “Essa foi a forma que ela colocou para nós”, comentou, destacando, porém, que teria ouvido boatos de que a decisão pudesse ter sido influenciada pela cúpula da Projeto Vida. “Se houve isso, acho realmente estranho uma entidade interferir dessa forma, afinal cada um tem que saber o que faz. E ela (Raquel) me demonstrou vontade real de participar conosco. Eu também já tive outras informações de que poderia ser cooptação, como aconteceu no caso do PL, que houve negociação e tal. Mas de forma nenhum eu acreditei nisso e prefiro não acreditar. Até porque seria uma decepção muito grande. E ninguém tem comprovação disso”, completou.

Na entrevista, o empresário disse que o Novo já estaria preparando um novo candidato a vice, que seria um advogado e evangélico. “Uma pessoa muito capaz, gabaritada e preparada”, disse. O engraçado é que, assim que a edição digital do aQui foi encaminhada, na noite de sexta, 7, aos assinantes do jornal, Maurinho foi para as redes sociais para anunciar, com cara de poucos amigos, o nome do seu novo pré-candidato a vice-prefeito: o advogado Leandro Souza, 38, que mora no bairro São Luiz e que também seria evangélico. Só não revelou a que igreja ele pertenceria.

A pressa do candidato do Novo foi entendida de duas formas. A primeira, para esvaziar a notícia exclusiva do aQui junto aos leitores da edição impressa, que iria para as bancas no dia seguinte, sábado, 8. A segunda, como uma tentativa da equipe de campanha de Maurinho de minimizar a decisão tomada pela pastora Raquel Costa de desistir de sair como candidata a vice-prefeita na chapa do Novo. Só que não deu certo. Afinal, a pastora pertence a uma congregação com mais de 10 mil fiéis.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp