‘Enxugar a máquina’

marioi1

O prefeito Mário Esteves (PRB) foi diplomado pela Justiça Eleitoral, em cerimônia que aconteceu na tarde de segunda, 12. A solenidade foi presidida pela juíza da 93ª Zona Eleitoral de Barra do Piraí, Tereza Cristina Mariano Rebasa Mari Saidler. Além do futuro chefe do Executivo, foram diplomados o vice João Camerano (SD) e os vereadores da legislatura 2017-2020. Após as formalidades, Mário Esteves reafirmou o compromisso de fazer um governo marcado pela austeridade e pela valorização de cada centavo do dinheiro público.

 

Em conversa com a imprensa local, quando questionado sobre qual será a prioridade da sua gestão, Mário Esteves enfatizou a necessidade de equilibrar as finanças do município e gerar receita para, então, poder investir na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população. “O primeiro passo é enxugar a máquina pública, diminuindo de tamanho, sem prejudicar, em hipótese alguma, as pessoas. Com o governo enxuto e o corte do número de cargos comissionados, entre outras medidas de economia e austeridade, será possível fazer mais com menos, e aí, então, priorizar áreas como saúde e educação”, ponderou.

 

O prefeito destacou que outra meta de seu governo será a geração de empregos. “No primeiro dia após o resultado das eleições, já comecei a trabalhar. Estou conversando com investidores e articulando a vinda de empresas para Barra do Piraí, além de cuidar para que os empresários que já atuam no município tenham um largo espaço de diálogo com a gente. Os comerciantes e todo o empresariado podem estar convictos de que terão um prefeito parceiro, com o objetivo primeiro de gerar emprego e renda, para ajudar as nossas famílias a superarem este momento difícil de crise”, disse.

 

Sobre o seu secretariado, Mário Esteves garantiu que vai cobrar resultados, repetindo o que já havia falado em outras ocasiões. “Não vai mais ter isso de processo parado durante meses em uma secretaria ou departamento. Vamos estabelecer um prazo para que o cidadão tenha, no mínimo, um retorno de sua demanda. O secretário estará 100% a serviço da cidade e das pessoas. Ele é um servidor do povo, assim como eu e todos os membros do governo. Vou cobrar resultados, e esses resultados passam pela qualidade do atendimento e do serviço prestado à população”, finalizou.

Em Brasília, Mário Esteves busca recursos na ordem de R$ 20 milhões para quitar dívidas da Santa Casa.

Santa Casa

Dois dias depois de ser diplomado, Mário Esteves esteve em Brasília para se reunir com o senador Eduardo Lopes (PRB) tentando obter recursos, da ordem de R$ 20 milhões em emendas, para quitar dívidas da Santa Casa de Barra do Piraí. O futuro chefe do Executivo afirmou que a ajuda ainda será oferecida à irmandade que administra o hospital e que o parlamentar assumiu o compromisso de lutar para conseguir a verba via governo Federal. Essa já é a segunda vez que o republicano brasileiro vai ao Congresso desde que foi eleito.

 

Mário Esteves disse que ainda precisa se reunir com a irmandade responsável pela Santa Casa para saber qual é, de fato, a real situação econômica da instituição, que é o principal hospital da cidade. Na conversa com Eduardo Lopes, ficou acordado que senador e prefeito trabalharão juntos para viabilizar o montante, seja através da Caixa Econômica ou até do fundo do Ministério da Saúde.

 

“Retornando para Barra do Piraí, vou agendar para os próximos dias uma reunião com a irmandade que administra o hospital. Quero me inteirar de tudo, saber de detalhes, dos motivos por trás das dívidas, enfim, do que está acontecendo, realmente, no caixa da Santa Casa. Depois disso, vamos costurar essa ajuda e montar um modelo de gestão compartilhada, que possibilite recuperar e, o mais importante, manter o equilíbrio financeiro da unidade, que é fundamental para a população barrense”, afirmou.

 

A Santa Casa de Barra do Piraí vem atravessando uma grave crise financeira – e essa não é a primeira de sua história. Como se sabe, a prefeitura destina mensalmente uma verba para o hospital, onde funciona o Polo de Emergência, que pertence ao governo municipal e é0 a única porta de entrada para os casos de urgência na cidade. Maário Esteves garantiu que está empenhado em fazer o que for possível para ajudar a Santa Casa e conseguir pelo menos os R$ 20 milhões, contando ainda com Eduardo Lopes.

 

“Embora não seja uma instituição de propriedade da prefeitura, a Santa Casa pode ser considerada parte fundamental da estrutura da saúde pública em Barra do Piraí. A melhoria na qualidade do atendimento e dos serviços prestados à população passa necessariamente pela recuperação financeira do hospital. Por isso, tenho certeza de que, unidos, conseguiremos reaver as certidões da entidade, pagar os funcionários e cuidar melhor da vida das pessoas”, finalizou.

Deixe uma resposta