‘Dia dos Pais’

mensajes para papa

Amanhã, domingo, 13, teremos mais uma edição do ‘Dia dos Pais’. Mas, para uma boa parte dos brasileiros ela pode ser bem mais significativa. A dos casais homoafetivos que nunca imaginaram que um dia poderiam realizar o sonho maior de um casal tradicional, formado por um homem e por uma mulher, que é o de ter filhos. Na reportagem abaixo, especial para a data, o aQui mostra que a fertilização pode ser uma solução. Nos Estados Unidos, inclusive, acontece graças ao sistema de ‘barriga de aluguel”.  

 

Para quem não sabe, ‘barriga de aluguel’ nos Estados Unidos é legalizada na maioria dos estados. Devido aos avanços da lei, o serviço é obriga a manter altos padrões, principalmente para proteger tanto os pais pretendidos como a criança. Existem estatutos legais de substituição gestacional que ajudam na regulação do processo, para todos os envolvidos. Diferente do que ocorre no Brasil, a remuneração à gestante é vista como algo necessário pelo tempo e serviço prestado, e ao mesmo, como uma forma positiva por proporcionar a casais a possibilidade de ter um filho.

 

O médico especialista em reprodução e infertilidade Armando E. Hernandez- Rey, diretor da clínica Conceptions Flórida, explica que a maternidade de aluguel é um verdadeiro compromisso e os suplentes são examinados de forma intensiva, tanto na parte psicológica quanto física. “Essas mães substitutas também são acompanhados de perto com todas as despesas médicas cobertas, além de receber em uma compensação adicional. Os acordos financeiros e legais são focados no interesse da criança, do pai substituto e dos pais pretendidos”, destaca.

 

Armando explica que nos Estados Unidos um substituto recebe uma média de US$ 30 mil, mas outros fatores podem resultar em um aumento da quantidade de compensação, incluindo a gestação gêmea, parto cesárea. “A mãe recebe o valor durante a gravidez”, afirma o médico.

 

Normalmente, quando se trata de casal constituído por duas mulheres, o serviço de barriga de aluguel pode ser usado também, mas, em geral, elas optam pela fertilização in vitro e uma delas assume a gestação. As opções incluem inseminação intrauterina com doador de esperma conhecido ou anônimo, FIV com doador de ovo anônimo ou conhecido ou substituto com doadores de ovo/esperma anônimos ou conhecidos.

 

Além das características étnicas, nos Estados Unidos é possível ter acesso a informações sócio–culturais do doador e foto. “É importante que os indivíduos e casais que optam por este recurso e outras tecnologias de reprodução assistida (ART) busquem por um especialista, que pode oferecer os melhores resultados clínicos e taxas de sucesso com base nos últimos avanços na infertilidade e embriologia”, aponta Armando.

 

O método utilizado pela Conceptions Florida dispõe de tecnologia chamada LifeAire, que aumenta as taxas de gravidez em 20%, diminuindo chances de aborto. Além disso, a localização em Miami permite oferecer uma diversidade cultural e étnica de opções para casais heterossexuais e homossexuais a selecionar doadores de óvulos e espermatozóides, bem como suplentes. “As taxas de sucesso são elevadas. É importante escolher uma prática que seja capaz de fornecer acessibilidade aos testes genéticos e várias opções de tratamento, procedimentos e intervenções cirúrgicas necessárias no tratamento e no estudo da infertilidade”, afirma o médico.

 

Leis favoráveis, aliadas a uma cobertura de seguro adequada e um extenso processo de seleção e rastreio de informações fazem da Flórida um local ideal para a seleção de um substituto. “No Brasil, como em muitos outros países, regem legislações que limitam o acesso de pacientes a serviço de FIV, especialmente quando envolve o uso de útero de substituição. Para grupos específicos, como casais homoafetivos, essas leis tornam quase impossível realizar o sonho de ter um filho. Também são restritos, pela lei que se aplicam ao método de FIV, a escolha de sexo do feto. Algo totalmente legal nos Estados Unidos”, lembra Armando.

 

Além de todas essas vantagens, caso a criança nasça nos Estados Unidos, ela automaticamente ganha a cidadania americana. Durante a gravidez, um contrato de pré-nascimento será criado e executado após o nascimento da criança, como o nome do substituto e irá aparecer inicialmente na certidão de nascimento. Dentro de 2-3 semanas e para cumprir o contrato, uma nova certidão de nascimento será emitida com os nomes dos pais pretendidos, formalizando os pais pretendidos em pais legais.

Sobre o médico Armando E. Hernandez

É especialista em endocrinologia e medicina reprodutiva assistida. Possui uma série de artigos científicos e pesquisas publicadas. Atualmente, é diretor da clínica Conceptions Florida.

Sobre a clínica Conceptions Florida

Dr. Armando Hernan-dez-Rey e Dr. Sinem Karipcin fizeram sonhos serem realidade para centenas de famílias. Eles se orgulham de oferecer sua atenção pessoal a todos os pacientes. O consultório fica no Merrick Park em Coral Gables e é o único laboratório da Flórida que oferece tecnologia Life
Aire, método que provou aumentar as taxas de gravidez em 20% e diminuir as taxas de aborto espontâneo. Para saber mais, acesse http://www.conceptionsflorida.com/IntheNews ou nas redes sociais www.facebook.com/conception-sfertilidade/

Deixe uma resposta