quarta-feira, julho 17, 2024

Curtas

RPA
A Fundação de Saúde de Volta Redonda já está funcionando, como o aQui divulgou na semana passada. Resta saber quan- do começará a contratar os funcionários que vão, não esqueçam disso, substituir quem recebe por RPA do Palácio 17 de Julho. “Va- mos acabar com o RPA, com tudo que não vale ou é duvido-so”, disparou Neto em entrevista a Betinho. “Essa é nossa intenção”, com-pletou. “Aqueles que já prestam serviços serão contratados por ela?”, perguntou o comunica- dor, que também é ve- reador. “A grande maioria”, respondeu. Ou seja, não deve acabar com o pagamento por RPA.

Aumento
Neto também disse que está há anos sem rece- ber aumento de salários, que a folha de pagamento do Palácio 17 de Julho é onerada por distorções e confessou por que não au- menta a sua remuneração. “Eu tenho 20 fiscais que consomem da minha folha de pagamento algo como R$ 400 mil reais, mas está lá, fazer o quê?”, reclamou. “Muita gente não entende por que eu estou 24 anos sem receber aumento, por- que muitas das vezes o meu aumento segura o daqueles que ganham mais”, disse, explicando que, se o seu salário for aumentado, os demais também serão. “É até justo que eles ganhem mais, o problema é que tem que ter recursos para pagar”, detalhou.

Custo
O prefeito não escon- de de ninguém quanto os alunos da nova creche do Tangerinal vão custar aos cofres públicos. “Essa creche que está abrindo em tempo integral, cada aluno, só de pessoal, vai custar para o município R$ 500, sem falar a comida e todo o restante. O município, para colocar o pessoal lá
dentro, vai pagar em torno de 500 e poucos reais por pessoa”, disse.

Alfinetada
Provando que até hoje não digeriu a campanha de Samuca, seu ex-arqui-ini- migo, sumido da vida pú- blica, Neto deixou a seguin- te comparação. “O ex-pre- feito falava que dinheiro ti- nha e o que faltava era ges- tão, mas não sei o que ele conseguiu fazer com o di- nheiro. O mesmo dinheiro dele é o que eu tenho. Eu trabalhei com o ICMS de 1,8 menos que ele traba- lhava, que é a maior receita do município, e mesmo as- sim estou fazendo isso tu- do. Dia 17 de julho eu vou inaugurar a ampliação do Hospital São João Batista. Vai ficar um brinco”, apos- ta. “O Hospital da Criança, no Retiro, está ficando bonito. O do Retiro vai entrar em obra também, a ampliação dele”, finalizou.

Dúvida
Se tudo correr bem, o governador Cláudio Cas- tro deverá visitar Volta Redonda na próxima terça, 12. Vem conhecer os 15 carros que o governo Neto comprou para reforçar o policiamento no município. Resta saber se Castro vai confirmar a Neto os boa- tos que dão conta que a máquina estadual está que- brada e que várias obras se- rão paralisadas. Uma delas, inclusive, já parou. É a ‘ci- clovia’ que liga a Vila ao Conforto. Destruíram a que existia e abandonaram quebrada.

Boato falso
A secretaria de Comu- nicação de Volta Redonda desmentiu ontem, sexta, 8, o boato de que o professor Jessé de Hollanda Cordeiro Júnior iria assumir a secretaria de Educação em substituição ao engenheiro Sérgio Sodré.

Vai vendo
Um estudo do Sebrae elaborado com base nos
dados do Novo Caged mostra que 71% das 1,78 milhão de vagas de traba- lho criadas em 2023 tive- ram como origem as mi- cro e pequenas empresas. Tem mais. Que as MEIs geraram 1,26 milhão de postos de trabalho, en- quanto as médias e grandes geraram 372,4 mil vagas, o que equivale a cerca de 21% do total de empregos. O engraçado é que, apesar disso, o Sebrae não anuncia nos jornais do interior. Só nos grandes das capitais.

Animais (I)
Essa é uma proposta que trâmita na Câmara dos Deputados que pode in- teressar ao vereador Renan Cury, defensor dos ani- mais, e a quem tem animal e não tem carro: o Projeto de Lei 2548/23, que está sendo apreciado na Câ- mara dos Deputados, asse- gura a donos de animais de estimação o direito de transportá-los em veículos de transporte por aplica- tivo. Tem mais. Os moto- ristas não poderão se negar a transportar os animais nem realizar cobranças extras por esse motivo.

Animais (II)
O projeto estabelece que cães de pequeno, mé- dio e grande porte serão transportados no banco traseiro e presos por pei- torais no cinto de segurança do veículo; gatos, em caixas, que também deve- rão estar presas ao veículo. O transporte dos animais, só poderá ser negado caso o peso e tamanho do ani- mal seja incompatível com o veículo ou se o animal representar uma ameaça à saúde ou segurança do motorista. “Os animais de estimação fazem parte da vida de milhões de pessoas no país, e muitos usuários de aplicativos de serviço de mobilidade urbana preci- sam transportá-los em suas viagens”, argumentam os autores, deputados Bruno Ganem e Raimundo Costa (ambos do Podemos).

ARTIGOS RELACIONADOS

Reduzindo juros

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp