sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Curtas

Plataforma para enfermeiros
O Instituto Lóbus Treinamento, Ensino e Pesquisa do Hospital Unimed Volta Redonda acaba de lançar o Lóbus Play, uma plataforma de educação streaming para a área da saúde, com conteúdos exclusivos que proporcionam atualização, melhoria na prática assistencial e rede de contatos com outros profissionais. A plataforma é destinada a técnicos de enfermagem e a ideia é construir uma comunidade, levar informação de forma acessível, dinâmica e prática a profissionais. “Essa é uma grande força de trabalho da saúde, que presta o cuidado mais íntimo ao paciente. Por isso criamos o Lóbus Play, para atender à necessidade dos técnicos de enfermagem de educação continuada e capacitação”, disse o presidente da Unimed Volta Redonda, Dr. Vitório Moscon Puntel, que acrescenta: “Através do Lóbus Play, a Unimed Volta Redonda reafirma sua cultura de investir na qualificação dos colaboradores que, além de melhorar a qualidade e segurança dos serviços, aumenta a satisfação dos profissionais. Além disso, essa iniciativa de proporcionar formação também colabora com nosso objetivo de transformar Volta Redonda em um vale da Saúde”, ressalta.
A plataforma Lóbus Play, que será atualizada constantemente, está disponível para desktop, tablet ou celular: IOS e Android.
Acesse o site pelo link: lobusplay.com.br

 

Os 67 anos da Biblioteca Municipal
A Biblioteca Municipal Raul de Leoni, situada na Vila, completou 67 anos na quinta, 22 de setembro. Para marcar o aniversário, a secretaria de Cultura de Volta Redonda lançou mais uma novidade: O ‘Espaço Livre’ de incentivo à leitura, com doação e troca de exemplares. “Os livros precisam circular. Nesse espaço as pessoas poderão pegar os livros e levar para a casa, se presenteando de forma gratuita. No local, também será possível fazer doações de qualquer livro. Com isso, iremos propor à população que os livros circulem de mão em mão, incentivando à leitura”, disse.

Expo – Na festa dos 67 anos da Biblioteca, a prefeitura lançou mais a exposição ‘Dê Um Like no Humor’, com a participação de cartunistas locais e de outras cidades brasileiras. A mostra, organizada pelo cartunista Amorim, poderá ser vista até a próxima sexta, 30, de segunda a sexta, das 8 às 17 horas. Estarão expostos trabalhos de Alecrim, Alves, Amarildo, Amorim, André Brown, André Flauzino, André Farias, Aran, Ary Moraes, Beto, Brum, Carol Andrade, Cláudia Kfouri, Clériston, Clóvis, Cristóvão, Dil Márcio, Dodô, Edgar Vasques, Edra, Érico San Juan, Fausto, Fernandes, Fraga, Fred, Gilmar, Glen, Janete, Johandson, Jorge Inácio, Jota A, Kadu, Mayrink, Mário Tarcitano, Netto, Pedro Dias, Renato Peters, Rogério, Samuca, Solda, SynnöveHilkner, Thais Linhares, Ulisses e Ykenga.

Parque Industrial
A prefeitura de Volta Redonda iniciou a terraplanagem da área que irá receber o primeiro dos três parques industriais planejados para a cidade do aço. Localizado às margens da Via Dutra, no Roma, o condomínio terá 50 mil m2, podendo receber cerca de 15 empresas. A previsão é de que a obra seja finalizada em dois meses.
“Este projeto irá receber empresas de pequeno porte, com até três mil metros quadrados por unidade, com uma boa estimativa de emprego e faturamento. O Batalhão de Ações com Cães (BAC) da Polícia Militar será instalado próximo ao parque industrial, podendo oferecer mais segurança para a região”, disse Paulo Netto, assessor especial do governo Neto, que falou sobre os futuros condomínios. “Um terá 150 mil metros quadrados e outro terá um milhão de metros quadrados”, completou.


Sinalização Turística
A secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda e três técnicas do Instituto Estadual de Engenharia e Arquitetura do Rio de Janeiro iniciaram o mapeamento da sinalização turística do município. De acordo com a pasta, o levantamento dos locais de interesse histórico, paisagístico, cultural, lazer e esporte, assim como de compras e gastronomia, também foi finalizado e cada ponto será marcado para que, futuramente, seja implantado o projeto físico do mapeamento. “Na medida em que tanto o turista quanto o morador começarem a circular por esses lugares, eles vão reconhecer que são locais de interesse, por exemplo, para a memória da cidade”, ressaltou uma das diretoras da pasta.
O secretário de Desenvolvimento, Sérgio Sodré, ressaltou a importância do mapeamento para que as pessoas que circulam na cidade tenham mais autonomia para se localizar. “O turismo em Volta Redonda tem um potencial de crescimento enorme e esse trabalho, em parceria com o governo Estadual, além de atrair mais visitantes e atender melhor os que já frequentam o município, também vai aproximar mais o cidadão de Volta Redonda e os serviços culturais, de esporte e de lazer da cidade. Isso vai movimentar ainda mais nossa economia e contribuir para a geração de empregos”, crê Sodré.

Projeto ‘Revi-VER’
Mais uma etapa do projeto ‘Revi-VER’, de exames e cirurgias de cataratas, acontecerá nos dias 27, 28 e 29 deste mês para atender as pessoas que aguardam na fila do SUS, sendo que as cirurgias serão feitas a partir de 4 de outubro. A previsão é de que 450 pessoas sejam atendidas para a realização de exames pré-operatórios. “São mais 870 pessoas que voltam a enxergar. Estamos avançando muito na Saúde, mas sabemos que ainda temos muita coisa para melhorar. Agradecemos ao vice-prefeito Sebastião Faria, que idealizou este projeto, e à Conceição (secretária municipal de Saúde)”, destacou o prefeito Neto.
Pode se inscrever qualquer morador de Volta Redonda que já tenha sido diagnosticado com catarata. A pessoa ou familiar deve procurar o Dipa (Departamento de Informação, Programação e Avaliação), que fica na sede da secretaria de Saúde, no antigo hospital Santa Margarida, no bairro Niterói. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. É necessário levar o Cartão SUS ou CPF e documento com foto do paciente.
As pessoas que já fizeram cadastro para cirurgia de catarata não precisam ir ao Dipa para renovar a solicitação. Todos que estão na fila de espera serão convocados para fazer o procedimento, através de comunicação oficial da secretaria de Saúde. As convocações devem acontecer ao longo dos próximos meses.
A Prefeitura de Volta Redonda também alerta que não há orientação para que as pessoas procurem atendimento diretamente na Ilha São João.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

Entre tapas e beijos

Curtas

Curtas

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp