segunda-feira, junho 17, 2024
CasaEditoriasEspecialCoração enfraquecido

Coração enfraquecido

Vila Santa Cecília conta atualmente com 38 casas à venda e 33 por alugar, sem contar as que não são ofertadas publicamente

Há anos, a área mais cobiçada de Volta Redonda, onde se cobra o m2 mais caro do município e para onde, todos os dias, sob sol ou chuva, convergem milhares de pessoas à procura de atendimento em centenas de clínicas e consultórios médicos, comporta um elefante de aço, desocupado há mais de uma década, quando a CSN levou o seu coração para a Avenida Faria Lima, em São Paulo. Estamos falando do Escritório Central, que, conforme mostramos na edição passada, começa a registrar a queda de rebocos do prédio, de 16 andares, fruto de estar encalhado, totalmente sem uso e manutenção.
Há quem diga que Benjamin Steinbruch, presidente da CSN, continua disposto a mantê- lo assim até que, por obra do Divino Espírito Santo, apareça alguém interessado em comprá-lo. O que não é fácil. Por várias razões. A primeira é que Steinbruch sempre dá um passo atrás na hora de bater o martelo em uma possível negociação. Foi assim com vários interessados. O ex- prefeito Samuca Silva, por exemplo, chegou a anunciar, no auge da sua loucura no comando do Palácio 17 de Julho, que tinha adquirido o imóvel mais famoso de Volta Redonda. Pura lorota.
A situação do Escritório Central, do Recreio do Trabalhador, também sem uso, e da própria cidade do aço foi prejudicada, é claro, pela epidemia da Covid-19, e muitos volta-redondenses tiveram que ir embora de Volta Redonda. Foram para cidades próximas ou não. E, atingidos pela crise, colocaram seus imóveis à venda (ou para alugar). Muitos continuam encalhados como os imóveis da CSN. A maioria, pelo preço que seus donos andam pedindo, embasados em avaliações fora da realidade. Uma casa ‘original’, sem reforma, em uma das ruas próximas à Praça da ETPC, foi avaliada em R$ 1,2 milhão. Irreal. Deve valer no máximo R$ 800 mil.
Levantamento feito pela reportagem do aQui, que percorreu todas as ruas da Vila Santa Cecília, da Rua 16 à Rua 60, mostra que hoje, sem considerar os imóveis localizados em prédios residenciais ou comerciais, o número de casas à venda é considerável. Por alugar também. Existem 38 residências com placas de ‘Vende-se’. E outras 33 com placas de ‘Aluga-se’. Ou seja, os números podem ser maiores. Detalhe: na Vila, a CSN
ainda possui outros imóveis também sem uso, como o Escritório Central e o Recreio do Trabalhador.

Veja a situação dos imóveis rua por rua:

Rua 16
Venda: 0 Aluguel: 0

Rua18
Venda: 03 Aluguel: 03

Rua 20
Venda: 0 Aluguel: 0

Rua 21
Venda: 01 terreno Aluguel: 0

Rua 22
Venda: 0 Aluguel: 0

Rua 24
Venda: 0 Aluguel: 01

Rua 26 – Do Rio Brandão ao Tangerinal
Venda: 04 Aluguel: 0

Rua 27
Venda: 01 Aluguel: 0

Rua 31
Venda: 0 Aluguel: 0

Rua 40
Venda: 01 Aluguel: 02

Rua 41
Venda: 04 Aluguel: 01

Rua 41-C:
Venda: 04 Aluguel: 04

Rua 42
Venda/Aluguel: 01 Venda: 01 Aluguel: 04

Rua 44
Venda: 0 Aluguel: 03

Rua 26
Venda: 02 Aluguel: 0

Rua 33
Venda: 01
Aluguel: 03 Venda/Aluguel: 04, uma com 3 lojas para alugar

Rua 44
Venda: 0 Aluguel: 0

Rua 46 – Onde a CSN possui dois grandes imóveis (ver foto) Venda: 03
Aluguel: 01

Rua 48
Venda: 0
Aluga: 01 Venda/aluga: 01

Rua 50
Venda: 01 Aluga: 01

Rua 52
Venda: 03 Aluga: 02

Rua 54
Venda: Aluga: 03

Rua 56
Venda: 01 Aluga: 02

Rua 58
Venda: 03 Aluga: 01 Vende/aluga: 01

Rua 60
Venda: 05
Aluga: 01
Venda/aluga: 01

Nota da redação: Na próxima edição, a versão dos especialistas e a comparação da Vila com o Aterrado.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp