sábado, fevereiro 24, 2024
CasaColuna SocialColuna Social

Coluna Social

Volta Redonda já tem duque, duquesa, príncipe, princesa, rei e rainha da Primavera. E o que é melhor: são todos idosos (ver foto). Detalhe: foram eleitos por cerca de mil integrantes da Terceira Idade que participaram do concurso promovido na terça, 18, pela secretaria de Ação Comunitária (Smac) de Volta Redonda em festa realizada no Clube Náutico, no bairro Aterrado, em parceria com a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAP-VR), pelas comemorações do Dia do Idoso, celebrado em 1 de outubro. A ideia, segundo os organizadores, é fomentar a autoestima, estimulando a criatividade, desenvoltura e a alegria dos idosos.
Eleita Rainha da Primavera, dona Adeli Costa dos Santos, 80 anos, do Grupo de Convivência ‘Tempo de Esperança’, agradeceu a oportunidade de participar das atividades da Smac. “Foi um momento lindo e importante para todos nós. Passamos um dia feliz, entre amigos e familiares. Além disso tudo, ainda saio daqui como Rainha da Primavera. Só tenho a agradecer o carinho e respeito com que somos tratados”, disse dona Adeli.
Escolhido para ser o Rei, seu Altair da Silva, do Grupo de Convivência ‘O Segredo de Viver’, estava eufórico: “Meu grupo me escolheu como representante deles e aceitei. Jamais imaginei que eu seria o ganhador. Estou muito grato por ter a oportunidade de participar desse momento feliz. Esses eventos promovidos pela prefeitura são muito importantes para nós. De cada um deles, saímos mais felizes. Quero agradecer a todos por cuidar tão bem da gente”, pontuou. Foto: Geraldo Gonçalves Secom/PMVR

O Dia Internacional do Idoso também foi comemorado no lar da LBV em Volta Redonda, e os idosos atendidos na instituição participaram de uma tarde dançante com direito a café colonial e a uma palestra educativa com o tema ‘Saúde física, bem-estar e qualidade de vida’, com a assistente social Paula Gurgel e a fisioterapeuta Aline Salume. Tiveram ainda uma sessão de cinema com pipoca, na qual assistiram ao filme ‘O Estagiário’, que conta a história de um idoso aposentado tentando voltar ao mercado de trabalho. No final da exibição, a psicóloga Tatiana Coutinho fez uma reflexão para mostrar aos idosos que nunca é tarde para aprender algo novo, para fazer novas amizades e criar novos hábitos para melhorar a qualidade de vida. Para ajudar a LBV, acesse lbv.org ou faça um PIX utilizando a chave [email protected]. O Lar da LBV em Volta Redonda está localizado à Avenida Nossa Senhora do Amparo, 5079 – Santa Rita do Zarur – Telefone: (24) 3344-2100.

O prefeito Rodrigo Drable e o secretário de Educação de Barra Mansa, Marcus Barros, se reuniram na terça, 18, com representantes da montadora Nissan e da Firjan para tratar de criar uma parceria entre a prefeitura, a empresa e entidade para oferecer bolsas de estudo integrais a alunos, a partir de 18 anos, da rede municipal de ensino para o curso de Mecânica e Manutenção de Veículos Elétricos – pioneiro na modalidade técnica no país. Os prefeitos de Resende, Diogo Balieiro, e de Quatis, Aluísio D’Elias, também participaram da reunião. A previsão é de que o curso comece em fevereiro de 2023, na unidade do Senai de Resende. A princípio, 30 estudantes de Barra Mansa serão contemplados com as bolsas de estudo, assim como outros 15 de Resende e 15 de Quatis. “Estamos preparando nossos jovens para uma nova realidade”, destacou Drable.

A ‘Aldeias Infantis SOS’, organização global que atua no cuidado e proteção de crianças, adolescentes, jovens e suas famílias, lançou a campanha #SOSCriançasSemFome. A ação enfatiza o posicionamento e o trabalho da organização no combate à pobreza e a insegurança alimentar, que afeta mais drasticamente o público infantil. Afinal, o Brasil tem hoje mais de 33 milhões de pessoas sem ter o que comer.
As empresas interessadas em contribuir com a divulgação podem encaminhar suas propostas para o e-mail [email protected]. A expectativa é de que as pessoas compartilhem os conteúdos, garantam visibilidade e contribuam com a causa. As doações podem ser realizadas via internet, PIX (35.797.364/0001-29) ou via telefone (11) 4003-5339.

O Hemonúcleo de Barra Mansa resolveu lançar a campanha ‘Formando Solidário’, que tem tudo para dar certo. Passa por se reunir com alunos do 3º ano das escolas estaduais existentes no município para incentivá-los a doar sangue à unidade. Na terça, 18, a ação aconteceu no Colégio Estadual Barão de Aiuruoca, no Centro, e no Colégio Estadual Roselândia, no bairro de mesmo nome.
A captadora de doadores do Hemonúcleo, Claudia Maria, explicou o sistema. “Estamos indo de escola em escola pedindo autorização aos diretores para conversarmos com os adolescentes que estão no último ano letivo para conscientizá-los da importância de ser um doador; do quanto esse gesto pode salvar vidas. Os jovens que tiverem idade a partir de 16 anos podem doar. Só é necessária a autorização do responsável legal”, explicou. Além dos colégios Barão de Aiuruoca e Roselândia, outras unidades de ensino serão procuradas, como o Ciep do Vista Alegre, o Colégio São Pedro e o Jandira Reis.

Na manhã de quarta, 19, o prefeito Rodrigo Drable sancionou a atualização da Lei Municipal 3592, de 15 de maio de 2006, que promove a educação antidis-criminatória e antirracista na Rede Municipal de Ensino. A matéria é de autoria do próprio prefeito, enquanto vereador da cidade. O evento contou com a presença da vice-prefeita, Fátima Lima; de um dos fundadores da Organização e Integração de Conscientização Negra de Barra Mansa e referência do movimento negro no município, José Francisco de Paula, o Chiquilim; da presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB/BM, Francyne Lima; presidente do Conselho de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Comuppir), Aldjane Prata; gerente municipal de Promoção da Igualdade Racial, Deviane da Costa; secretários, vereadores e diretores de escolas municipais; ex-vereador Baianinho, autor da primeira lei de cotas raciais no município; e uma equipe da Escola Damião Medeiros, que recentemente foi premiada nacionalmente por promover a igualdade racial.
Vale lembrar que a Lei 3592/06 foi pioneira e reconhecida nacionalmente, sendo reproduzida em outras cidades e levando às unidades de ensino a discussão aprofundada no combate à discriminação. “Em 2003, há 19 anos, eu tive a grata satisfação de participar da OICN junto com o Chiquilim e outros companheiros. Em 2006, enquanto vereador, elaborei a Lei 3592, que trouxe para o conteúdo programático das nossas escolas a temática antirracista e antidiscriminatória. Em 2017, tomei posse como prefeito ao lado da Fátima, que intensificou a discussão dentro do Executivo e que nos apresentou a necessidade da modernização dessa lei, permitindo um maior alcance. Hoje eu estou muito feliz por, após 16 anos, estar alterando a minha lei original e trazendo mais conteúdo e abrangência no seu propósito”, recordou e comemorou Drable.
A vice-prefeita Fátima Lima falou da importância da lei e sua reformulação, além de destacar a atuação das escolas na temática. “A Lei Municipal, criada pelo Rodrigo, veio ao encontro à Lei Federal 10639/03, que trouxe a discussão para a nossa realidade, mas com o passar dos anos precisamos fazer uma readequação no texto por conta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). É importante destacar que na maior parte dos municípios essa discussão vem à tona somente no mês de novembro, por razão do Dia da Consciência Negra (20/11), mas Barra Mansa mantém ações durante todo o ano”, destacou Fátima Lima.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

Coluna Social

Coluna Social

Coluna Social

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp