sábado, fevereiro 24, 2024
CasaColuna SocialColuna Social

Coluna Social

Pode parecer pouco, mas não é. A secretaria de Ação Comunitária (Smac), em parceria com a secretaria de Educação e a Fevre, promoveu na quarta, 22, no Clube Comercial, a entrega de certificados a 16 pessoas atendidas pelo Centro Pop e pelo Abrigo Seu Nadim, tidas como de situação de rua e que concluíram o curso de qualificação profissional e escolaridade oferecido pelo governo Neto, através do projeto ‘Cidadão VR’, mantido pelas três pastas.
O formando Maurício dos Santos, escolhido como orador da turma, estava emocionado. “Antes de me inscrever, eu estava numa fase muito difícil e passando por uma depressão. Quando surgiu a oportunidade, eu a abracei. No início pensei em desistir do curso, mas com a ajuda de toda equipe do Centro Pop, do abrigo e do CQP, consegui chegar até aqui. Há muitos anos eu não me sentia acolhido, não ganhava um abraço. Hoje estou comemorando essa mudança de vida, com a cabeça diferente e com perspectiva de trabalho. É uma vitória e tanto”, contou.
Os cursos de qualificação profissional para pintor predial, pedreiro de acabamento e pedreiro de alvenaria tiveram a duração de três meses e as aulas foram ministradas no Centro de Qualificação Profissional (CQP), no bairro Aero Clube.
Já a escolaridade dos participantes foi estruturada com aulas de nivelamento para classificação e inserção dos alunos nas escolas do município, que oferecem a Educação de Jovens e Adultos (EJA), proporcionando a eles continuidade e conclusão dos estudos.

 

As escolas públicas e particulares do município já podem se inscrever nos Jogos Estudantis de Volta Redonda (Jevre), marcados para acontecer de 16 de setembro a 28 de outubro e destinados a estudantes de 6 a 17 anos das unidades escolares das redes municipal, estadual, federal e particular de ensino. As inscrições vão até o dia 18 de agosto. A ficha de inscrição e o regulamento da competição estão disponíveis no site voltaredonda.rj.gov.br/jevre/, ou acessando o portal da prefeitura (voltaredonda.rj.gov.br) e clicando no banner “Jevre 2022”, na parte de baixo do site.
Os Jogos Estudantis serão disputados em cinco categorias divididas por faixas etárias: Sub-9 (nascidos em 2013 e 2014) – em formato de festival; Sub-11 (nascidos em 2011 e 2012); Sub 13 (nascidos em 2009 e 2010); Sub-15 (nascidos em 2007 e 2008); e Sub-17 (nascidos em 2005 e 2006).
Alunos/atletas classificados em 1º, 2º e 3º lugares em cada modalidade serão premiados com medalhas. E em todas as modalidades coletivas, as escolas vencedoras da categoria receberão troféu de campeão. Em relação à premiação geral para a unidade escolar campeã do Jevre 2022, será utilizado o critério de quadro geral de medalhas.


Na segunda, 20, sem saber que o prefeito Neto tinha sido diagnosticado com a Covid, cerca de 400 idosos dos grupos do projeto ‘Viva a Melhor Idade’ ocuparam a praça em frente ao Palácio 17 de Julho para pegarem 10 ônibus com destino a Teresópolis, de onde retornaram no dia seguinte, terça, 21. Até hoje, mais de 1,2 mil participantes dos programas da Smel já estiveram no resort de luxo da região serrana fluminense.
A secretária de Esporte e Lazer, Rose Vilela, que esteve circulando entre os grupos, mostrando não estar muito preocupada com os perigos de contágio pelo vírus da Covid-19, disse que a viagem é um prêmio para o aluno que pratica saúde no dia a dia. “O mais importante é estimular a prática de atividades físicas. É por isso que esse programa faz tanto sucesso e também muda a vida e a rotina deles, principalmente em relação à saúde e à melhoria da qualidade de vida”, ressaltou, lembrando que as viagens serão feitas até o dia 21 de novembro, envolvendo 17 grupos de idosos.
Neto, já ‘covidado’, enviou uma mensagem através da sua assessoria de imprensa. “Essas pessoas, assim como nós, passaram por um momento muito difícil durante a pandemia, onde a maioria deles teve que ficar muito tempo isolado, causando depressão. Voltar com as atividades direcionadas a eles e retomar também com as viagens nos deixa muito felizes, pois sabemos que o resultado é a melhoria da saúde deles”, disse.

A Fundação Cultura Barra Mansa promove neste final de semana, dias 25 e 26, pela primeira vez, o “Arraiá da Fazenda da Posse”, na sua sede localizada no bairro Barbará. Quem passar pela fazenda vai poder curtir muita música popular, moda de viola e samba. Haverá ainda área de lazer para as crianças, a famosa feira criativa de Barra Mansa, além de praça de alimentação com diversas opções de bebidas e comidas típicas. A entrada terá um custo de R $10 e parte do valor arrecadado será revertido para o Fundo Municipal de Cultura.
Serviço:
Evento: Arraiá da Fazenda da Posse.
Data: 25 e 26 de junho, das 18 às 23 horas.
Local: Fazenda da Posse, na Barbará.


Na ‘Mega Leite 2022’, exposição das raças Girolando, realizada em Belo Horizonte (MG), uma vaca de Barra Mansa, da Fazenda Solomon Cafarnaum, do distrito de Antônio Rocha, foi a grande campeã CCG 1/2. Os produtores Bruno, Juliano e José Roberto Meirelles falaram sobre o prêmio. “É uma honra extraordinária trazer esta premiação para Barra Mansa”, destacou Bruno, proprietário, produtor e veterinário.

O governo do Estado está autorizado a criar campanha de divulgação do aplicativo Maria da Penha Virtual, que possibilita à mulher vítima de violência doméstica e familiar pedir medida protetiva de urgência sem a necessidade de ir pessoalmente até a delegacia. É o que estabelece a Lei 9.724/22, de autoria da deputada Zeidan (PT), que foi sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (22/06).
A ferramenta foi desenvolvida pelo Centro de Estudos de Direito e Tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Ceditec/UFRJ)) e lançada pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJRJ), em março. No aplicativo, a vítima preenche um formulário relatando a agressão sofrida, apresentando seus dados e do agressor. A plataforma também permite anexar fotos e áudios como meio de prova. A vítima recebe um documento com a petição do pedido de medida protetiva de urgência, que é encaminhado automaticamente para o juizado competente. A norma propõe prioridade na divulgação, com cartazes e em postagens de redes sociais, nas repartições públicas, universidades, escolas, unidades de saúde e de atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

O viveiro de mudas nativas da Mata Atlântica existente no Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá está recebendo melhorias. O objetivo é que o espaço seja utilizado também no cultivo de espécies frutíferas para a retomada do projeto ‘Pomar Popular’, criado no primeiro mandato do prefeito Neto. As mudas serão utilizadas na recuperação de áreas públicas degradadas e na prevenção de deslizamentos em áreas de encosta com pouca vegetação.
A secretária de Infraestrutura, Poliana Moreira, explica que a volta do ‘Pomar Popular’ e a produção própria de mudas fazem parte de um projeto ambiental municipal, que envolverá crianças no plantio de mudas e no ensino de educação ambiental nas escolas. A ideia é integrar também idosos que fazem parte do programa ‘Viva a Melhor Idade’. “Estamos reformando o viveiro, para deixar pronto para todas essas atividades. Queremos inaugurar o espaço antes do aniversário de Volta Redonda”, enfatizou Poliana.
O Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá fica localizado no bairro Santa Cruz e é uma unidade de conservação gerida pela secretaria de Meio Ambiente. Com 211 hectares, é a maior área verde de Volta Redonda, sendo que 90 hectares são cobertos por mata atlântica nativa e trechos reflorestados.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

Coluna Social

Coluna Social

Coluna Social

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp