segunda-feira, junho 27, 2022
CasaEditoriasEspecialCalcanhar de Aquiles

Calcanhar de Aquiles

Neto vai gastar R$ 1 milhão com empresa para acabar com fila na Clínica da Cidadania

Mateus Gusmão

Desde que reassumiu o Palácio 17 de Julho para cumprir o seu quinto mandato, o prefeito Neto não consegue se desvencilhar de um calcanhar de Aquiles, duro de resolver: a Saúde da cidade. A pasta, comandada por Conceição Souza, oriunda da pequena Piraí, é alvo de críticas em todos os hospitais e postinhos de Volta Redonda. Até no plenário da Câmara de Vereadores. Seja pela falta de médicos, remédios, pelo início conturbado da vacinação contra a Covid-19, ou pela falta de atendimento especializado. E ainda por cima por ignorar completamente os pedidos dos parlamentares, dos mais simples aos mais complexos.
Agora, entretanto, Conceição quer inovar. E pretende terceirizar o atendimento médico especializado do município, que hoje é oferecido na Policlínica da Cidadania, que funciona no Estádio Sílvio Raulino. Se depender apenas dela, a pasta vai contratar uma clínica particular para atender os pedidos de consultas médicas de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastroenterologia, nefrologia, neurologia, ortopedia, proctologia e reumatologia. Ao todo, serão contratadas 37.300 consultas. O serviço terceirizado vai sair pela bagatela de R$ 1.098.879,00.
Segundo uma fonte do aQui, a ideia de Conceição é terceirizar as consultas para acabar com as filas existentes e, assim, agilizar o atendimento especializado. “A Policlínica da Cidadania não está dando conta de atender todo mundo. E a tendência é que piore, pois vários médicos já estão falando em pedir demissão, pois o valor pago pelas consultas estaria muito defasado”, disse a fonte, dando a entender que a péssima administração da unidade estaria facilitando a terceirização das consultas.
Aliás, a licitação já tem data marcada: será no dia 15 de julho, às 9 horas, na sede da secretaria de Saúde, que funciona no antigo Hospital Santa Margarida. Uma das exigências do contrato é que a clínica mantenha sede em Volta Redonda. “Faz-se necessário que a empresa tenha base territorial no município, visando facilitar o acesso dos usuários à prestação dos serviços, conforme dispõe o Sistema Único de Saúde – SUS, considerando, ainda, que o tratamento fora do domicílio refletiria em custo adicional para o cidadão e/ou Município”, determina o edital de licitação.
Ainda de acordo com o edital, a licitação caracteriza a necessidade de atender a demanda de consultas especializadas deste município. “A presente contratação irá melhorar as condições de saúde dos munícipes e ainda diminuir a morbimortalidade tornando, assim, mais eficientes as atividades do setor de saúde da SMS. O que vai de encontro aos preceitos do Sistema Único de Saúde/SUS, que define caber ao Município de Gestão Plena do Sistema de Saúde, providenciar acesso a todos os serviços assistenciais necessários à saúde dos usuários”, prevê o documento.
Confira o quadro (ao lado) com a quantidade de consultas a serem contratadas e o valor a ser pago para cada especialidade:
Pediatria nas unidades
Além das consultas com especialistas, a secretaria de Saúde tenta, depois de meses, se ver livre de outra fonte de críticas. É o caso da centralização de todos os atendimentos pediátricos no Hospital do Retiro, o que gerou reclamações por conta da demora para atendimento. Até o prefeito Neto teve que agir para eliminar a chiadeira. Tanto que convocou uma reunião entre os agentes da Saúde e resolveu que a partir da última segunda, 6, as unidades de saúde do Rústico, Jardim Belmonte, Jardim Paraíba, Retiro II e São Luiz passariam a oferecer atendimento pediátrico das 8 às 17 horas, de segunda a sexta.
A reorganização da rede de Atenção Primária à Saúde busca ampliar os horários de atuação dos especialistas, aumentando o acesso a pediatras e acabando com a sobrecarga no Hospital do Retiro. “Nessas unidades contaremos com pediatra das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. Se for uma criança em situação de grande urgência, ela será encaminhada para o Hospital do Retiro, que é a unidade-referência no atendimento pediátrico de urgência de Volta Redonda”, esclareceu a coordenadora da Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Albanéa Trevisan.
Neto foi além. Lembrou os esforços para reestruturar a Saúde de Volta Redonda. “Nos deparamos com atrasos salariais e apenas cinco leitos de Saúde de UTI em plena pandemia de um vírus tão perigoso e traiçoeiro. Impossível combater. Por isso tivemos que colocar a casa em ordem, pagar em dia o funcionalismo público, ao mesmo tempo em que tivemos que reestruturar toda a rede de Saúde. Foi e está sendo um grande desafio, mas estamos conseguindo superar e melhorar os serviços prestados pelo Poder Público”, ressaltou.
Município reabre central de testagem contra Covid-19
A prefeitura de Volta Redonda ampliou desde segunda, 6, o serviço de testagem para Covid-19. Além das unidades básicas de saúde, que oferecem o serviço, a central de testagem foi reaberta para atender pacientes com sintomas gripais leves. Vale ressaltar que as unidades básicas de saúde (UBSs e UBSFs) continuarão realizando a testagem.
A central de testagem está funcionando de segunda a domingo, das 8h30min às 18 horas, na Rua 546, nº 95-A, Jardim Paraíba, com atendimento médico. Devem procurar o serviço as pessoas com sintomas gripais como febre, calafrio, tosse, coriza, dor de garganta, dor de cabeça e alterações no olfato ou paladar.
Agendamento
Além disso, a secretaria de Saúde disponibilizou o serviço de agendamento on-line no site www.voltaredonda.rj.gov.br. Os exames agendados serão realizados na central de testagem ou em uma das 46 unidades de saúde. Entretanto, os locais também atenderão a livre demanda. Ou seja, pacientes sem agendamento prévio também poderão ser assistidos. A secretaria ressalta, no entanto, que o paciente deve buscar optar pelo sistema de agendamento para organizar o trabalho nos locais e reduzir a fila de espera.
No total, serão oferecidas 750 vagas por dia para a realização de exames rápidos de antígeno e também o RT-PCR. O resultado do teste de antígeno fica pronto em 15 minutos. A agenda está aberta e o paciente pode escolher um dos locais de testagem e o horário de atendimento.
Durante o cadastro, é preciso informar um e-mail válido, para que a confirmação possa ser encaminhada à pessoa. Depois de finalizar o cadastro, a confirmação será enviada por e-mail, com o horário em que deve comparecer ao local. A resposta é o comprovante a ser usado na chegada ao ponto de testagem junto com um documento de identificação, CPF ou cartão SUS.
De acordo com o médico sanitarista Carlos Vasconcellos, o objetivo da central é ampliar a testagem e identificar as pessoas que estão com sintomas leves. “Com o aumento de casos da Covid-19 estamos reforçando o serviço de testagem e também de vacinação. O objetivo da testagem é diagnosticar a pessoa com sintoma leve para que ela possa fazer o isolamento social, reduzindo a transmissão do vírus. Por isso, pessoas com sintomas gripais devem ser testadas”, disse, ressaltando que as pessoas com sintomas moderados a graves devem procurar a rede de urgência e emergência do município.

Artigo anteriorVenda Digital
Artigo seguinte“Radicais de Garganta”
ARTIGOS RELACIONADOS

Voltou a subir

Parcerias de ocasião

Julgamento do crime

LEIA MAIS

Grampos

Grampos Barra Mansa

Voltou a subir

Vagas abertas

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp