terça-feira, abril 16, 2024
CasaEditoriasBarra MansaBarra Mansa realiza ação em alusão ao Dia Mundial de Conscientização sobre...

Barra Mansa realiza ação em alusão ao Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo

Para marcar o Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, o Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (Cemae) de Barra Mansa, realizou, na manhã desta terça, 2, uma ação na Praça da Matriz, no Centro, com várias atividades para os autistas, dentre elas brincadeiras e a entrega de 100 fones de ouvido abafadores para maior conforto.

A data é comemorada todo dia 2 de abril e foi estabelecida em 2007 pelas Nações Unidas. Desde então, vem sendo celebrado como forma de aumentar a conscientização relacionada a todos os aspectos do transtorno do espectro do autismo (TEA).

Segundo a coordenadora do Cemae, Sônia Coutinho, o número de alunos do Centro é bastante expressivo e é necessário conscientizar a população neste dia. “Nossa instituição tem um número grande de alunos e é importante que os pais os tragam para esse tipo de ação tão benéfica a eles. É fundamental que a população participe, se conscientize e abrace a nossa causa”, disse.

A vereadora Luciana Alves, envolvida no movimento, frisou que a entrega de abafadores, fornecidos por empresas pirotécnicas, ajudará os autistas a aproveitar eventos barulhentos e movimentados com maior conforto. “As empresas pirotécnicas decidiram fazer um movimento no Brasil distribuindo os abafadores, como uma forma de adaptar as pessoas com autismo para poder participar de um evento de queima de fogos ou barulhento de uma forma tranquila. Estamos aqui em parceria com a Casa Azul, o Cemae, e a ASA, que é a Associação dos Autistas de Barra Mansa, para trazer adaptações e melhorias para que eles possam ter maior qualidade de vida”, ressaltou.

A diretora da Casa Azul do município, Grazielle Coimbra, falou sobre a importância da participação da instituição no evento e explicou as especificações para conseguir atendimento por lá.

– Nós atendemos toda a rede do município e começamos pelas crianças da estimulação precoce. A partir de dois anos, elas são atendidas, já demonstrando algumas características, mas sem laudo e atendemos até os seis anos de idade. A partir dos seis anos com o laudo, ela vai ser atendida na Casa Azul até os 17 anos, tendo que estar matriculada no município. Para nós é importante participar do evento para divulgar o nosso trabalho, porque tem pessoas que não nos conhecem. Nós temos vaga para 80 alunos e atendemos 63, com 21 professores capacitados, então a divulgação e reconhecimento são fundamentais – informou.

A mãe de um dos autistas presentes, Vanessa Nunes, disse que o fone vai ajudar muito seu filho. “Para mim é muito importante porque tem alguns ruídos que meu filho tem sensibilidade e costuma colocar a mão no ouvido para tampar, então o fone vai ajudar bastante nessa questão”, revelou.

O secretário de Governo, Luiz Furlani, esteve presente na ação e destacou que a responsabilidade do poder público com essa parte da população é cada vez maior. “Toda vez que a gente aborda esse tema tão sensível, tendo em vista o aumento de identificação de crianças do espectro, passa a aumentar ainda mais a responsabilidade do poder público não só de fazer ações de conscientização como também de dar suporte e estrutura às famílias dessas crianças”, finalizou Furlani.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp