quinta-feira, julho 18, 2024
CasaEditoriasBarra MansaBarra Mansa ocupará presidência do Fórum Regional de Cultura do Médio Paraíba

Barra Mansa ocupará presidência do Fórum Regional de Cultura do Médio Paraíba

Presidente da Fundação Cultura, Marcelo Bravo, foi eleito para representar o Fórum até 2025

O município de Barra Mansa sediou, nesta quarta-feira, dia 08, o Fórum Regional de Cultura do Médio Paraíba. O evento foi realizado no auditório do Serviço Social do Comércio (Sesc), no bairro Ano Bom. A Prefeitura de Barra Mansa, através da Fundação Cultura, participou da organização do encontro, que contou com a presença de secretários de Cultura e agentes culturais de várias cidades que compõem a região do Médio Paraíba; também houve a presença do articulador regional da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (Secec-RJ), Cristiano Almeida (representando a secretária Danielle Barros), do assessor de Relações Internacionais da pasta, Adenilson Honorato e, de Edu Nascimento, representante do MinC (Ministério da Cultura).

O presidente da Fundação Cultura, Marcelo Bravo, foi eleito nesta quarta-feira, para ocupar a presidência da mesa diretora do Fórum Regional até 2025. Também foram escolhidos: Carlos Alberto de Andrade Groetaers (assessor legislativo de Valença) como vice-presidente, Augusto Hernandes (presidente do Conselho Municipal de Cultura) como primeiro secretário, e Margot Ramalhete (Volta Redonda) como segunda secretária. Eles irão compor cadeiras da região nos eventos estadual e nacional.

– Uma vez por ano, o Fórum se une para eleger os membros e, a cada dois anos, ocorre assembleia para escolha dos nomes que vão compor a mesa diretora. Assim, é definido quem será presidente, vice-presidente, entre outras funções. Este encontro a nível regional reúne sociedade civil e poder público, para dialogar e fazer uma interlocução entre as políticas municipais e as políticas estaduais. O objetivo é promover uma grande assembleia voltada para a elaboração de políticas públicas de Cultura”, informou.

Na Conferência Estadual de Cultura, a ser realizada no período de 27 a 29 de novembro, vão ser eleitos os delegados que representarão o Rio de Janeiro no evento nacional em Brasília.

Bravo enfatizou também que Barra Mansa foi uma das pioneiras a colocar a Lei Aldir Blanc em prática e isso serviu de modelo para outras regiões do estado do Rio, como Serrana, Baixada Litorânea e Costa Verde.

Presente no evento, Cristiano Almeida, articulador regional da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, falou sobre como a união dos municípios fortalece o estado como um todo. “O trabalho que a nossa secretária Danielle Barros vem desenvolvendo na Pasta abre portas em qualquer lugar. Tivemos um exemplo disso na nossa Lei Paulo Gustavo, em que foi dado um suporte para os municípios, mostrando a força que tem o setor cultural não só no nosso estado, mas no Brasil todo”, frisou.

O conselheiro estadual do Médio Paraíba e segundo secretário do Fórum, Leon Chaves, também enalteceu o encontro. “A Cultura vai muito além de um show ou uma festa, ela é uma lei pétrea, assim como Saúde e Educação, e estamos aqui hoje para fortalecer isso. A Cultura define a identidade de um povo e, por isso, a importância de trazer à tona nesse encontro”, comunicou.

Além de Barra Mansa, também compareceram ao Fórum representantes de Barra do Piraí; Itatiaia; Pinheiral; Piraí; Porto Real; Quatis; Resende, Valença e Volta Redonda.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp