Até nos blocos

14/02/2015 - Lei Seca no bloco Empolga às 9, na Av. Atlântica. Foto Marcelo Horn Agentes da Lei Seca distribuem ventarolas assinadas por Daniel Azulay no Bloco Empolga às 9, na Avenida Atlântica

A Operação Lei Seca vai reforçar as ações de fiscalização e conscientização durante o Carnaval. O esquema especial, que foi iniciado ontem, sexta, 24, segue até terça, 28, e vai contar com todo o efetivo nas ruas, que soma 250 agentes. Serão realizadas 65 ações neste período, inclusive durante o dia, nas saídas dos blocos de rua, das praias e cachoeiras do estado. As operações acontecerão na capital, Região Metropolitana e interior.

 

As equipes estarão nos blocos de rua com maior concentração de pessoas, entre eles o Carmelitas (Santa Teresa);  Cordão da Bola Preta (Centro); Bloco da Favorita (Copacabana); Carrossel de Emoções (Barra da Tijuca); Simpatia é Quase Amor (Ipanema); Bangalafumenga (Glória); Afro-Reggae (Centro); Sargento Pimenta (Glória); Banda de Ipanema (Ipanema); Orquestra Voadora (Glória); entre outros. Além disso, a Lei Seca vai intensificar as ações de conscientização nas ruas para alertar sobre o perigo da mistura entre álcool e direção.

 

“Além da blitz de fiscalização, já conhecida pelos motoristas, vamos intensificar as ações educativas nos maiores blocos de Carnaval com distribuição de ventarolas e adesivos. A ideia é alertar os foliões sobre a importância de voltar para casa com segurança. Lembrando sempre: Nunca dirija depois de beber!”, explicou o coordenador da Lei Seca, tenente-coronel Marcos Andrade.

 

Balanço

Em 2016, mais de 6,8 mil motoristas foram abordados pela Lei Seca no Carnaval. Do total de abordagens, 563 condutores apresentavam sinais de embriaguez. Foram aplicadas 1.745 multas.

Deixe uma resposta