sábado, fevereiro 24, 2024
CasaEditoriasVolta RedondaArigó de milhões

Arigó de milhões

Construção de monumento milionário gera polêmica entre vereadores da cidade do aço

A notícia – divulgada pelo aQui com exclusividade – dando conta que a prefeitura de Volta Redonda vai construir um monumento em homenagem aos trabalhadores da CSN, os famosos arigós, na torre de TV no Núcleo Fazendinha, por até R$ 4,7 milhões, gerou quiproquó no meio político. E repercutiu nas redes sociais. O tema foi debatido pelos vereadores e alguns criticaram o gasto milionário. Houve até quem tentou desacreditar a notícia.
Tudo começou na sessão de segunda, 17, quando o vereador Rodrigo Furtado (PSC) usou a tribuna da Câmara para falar de investimentos em educação, comparando o assunto com a obra do Arigó. “A gente está vendo construção de estátua para o arigó, de quase R$ 5 milhões, anunciado pela imprensa. Isso está entrando em licitação. Então, a partir do momento que se cria benfeitorias que não são tão úteis para educação e saúde, a gente vê que pode ser mais investido em áreas em que realmente há necessidade”, avaliou de forma crítica.
O valor da obra gerou espanto em Fuede (PSDB), que fez questão de perguntar se Rodrigo Furtado tinha certeza da informação. Foi quando o vereador Neném, um dos mais próximos ao prefeito Neto, atacou postagens no Facebook que repercutiram a notícia do aQui. “Eu acho que a gente não deve deixar prevalecer uma mentira. Uma mentira, de tantas pessoas falarem, entra na cabeça das pessoas. Onde tem isso que vão gastar mais de R$ 4 milhões com uma estátua? Aí um cara solta isso, lá pro bairro da Fazendinha, e solta um negócio desse”, atacou.
Mostrando estar mal-informado sobre o assunto, Neném chegou a dizer que o valor da obra seria bem menor. “Eu tenho certeza que o valor está muito longe disso, não deve ser nem 10% disso. Uma mentira dessa e tem gente (Rodrigo Furtado, grifo nosso) que ainda faz discurso sobre isso. Isso é coisa de algum vagabundo que fala mentira o tempo todo, temos que rebater fake news”, disparou, esquecendo que o valor correto do que a prefeitura pretende gastar está no VR Em Destaque“: é de R$ 4.742.341,14.
O valor assustou Fuede. “Achei um preço exorbitante. Eu conheço o prefeito, ele pode ter muitos defeitos, mas o cuidado com o dinheiro público é inegável que ele tem. Eu não acredito muito nisso, mas preciso confirmar esse valor”, disse, completando que os arigós merecem a homenagem. “Mas não acredito que seja nesse valor. Vou procurar saber também. Não quero acreditar nessa notícia”, completou, esquecendo, assim como Neném, que o valor está disponível no jornal oficial do governo.
Rodrigo Furtado, por exemplo, garantiu ter consultado o ‘VR Em Destaque’, assim como fez a reportagem. “Isso foi uma notícia veiculada na imprensa (no aQui), eu tomei cuidado e conferi o edital. É esse o valor. Estou compartilhando com os senhores”, disse. O jovem vereador Raone Ferreira endossou. “Isso não é fake news. Está no edital, lá no Portal da Transparência. O valor é esse mesmo. É para a construção do monumento, com espaço de recreação e banheiros. Como vereadores, temos que ficar atentos sim a esse edital”, sublinhou.
Morador do Fazendinha, o vereador Rodrigo Nós do Povo (PL) gravou um vídeo sobre o tema. Disse que procurou o prefeito Neto na terça, 18, mas que ele estava no Rio de Janeiro. “Como morador da comunidade, queremos mostrar para o prefeito que saúde e educação é a real necessidade do local. Foi louvável a atitude do prefeito querer levar esse monumento para nosso bairro, mas mais louvável é investir no que estamos precisando, como Cras, creche e outros”, ponderou.
Apesar das reclamações, a licitação para construção do monumento já está perto de acontecer: será no dia 4 de novembro, às 9 horas, segundo o edital de Concorrência Pública 009/2022. “A contratação consiste na construção de um monumento em homenagem aos trabalhadores da CSN, em aço corten, bem como a construção de banheiros e cantina destinados ao uso do público e também a reforma da construção já existente no local, a fim de melhorar e revitalizar a área para funcionários e visitantes do local”, diz o edital.
Informações
Na segunda, 24, a Câmara de Volta Redonda deve votar um Requerimento de Informações – a que o aQui teve acesso com exclusividade – ao Palácio 17 de Julho sobre a construção do monumento. O ofício é do vereador Raone Ferreira. Se for aprovado, o prefeito Neto terá até 20 dias para responder os questionamentos. Entre outras coisas, o vereador quer saber a origem financeira do recurso a ser usado na construção, se é de emenda parlamentar ou se terá que retirar recursos de alguma outra pasta para a obra. Além disso, o motivo da escolha do Núcleo Fazendinha e quais linhas de ônibus passam pelo local.
“Entendemos perfeitamente a ideia de homenagear os nobres trabalhadores da CSN que vieram de vários lugares do país para aqui em nosso município trabalhar e residir. Todavia, ao analisar o edital de licitação, chamou-se a atenção de que nele não constava a origem do recurso a ser utilizado”, justificou, ressaltando que não há informações sobre os motivos de terem escolhido o Núcleo Fazendinha.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp