terça-feira, abril 16, 2024
CasaGERALAlta Feliz

Alta Feliz

A Fundação Oswaldo Aranha e a prefeitura de Volta Redonda lançaram na terça, 20, o projeto ‘Alta Feliz’, criado para auxiliar os pais nos cuidados do recém- nascido ao receber alta da maternidade do Hospital São João Batista, através de uma cartilha com informações importantes, principalmente para os de ‘primeira viagem’. O evento foi no Palácio 17 de Julho, no Aterrado, e contou com a presença do prefeito Neto, do diretor do HSJB, Sebas- tião Faria, do presidente da FOA, Eduardo Prado, da médica pediatra Thais Junqueira Villela e de alunos do curso de medicina do UniFOA que desenvolveram o programa.
A instituição trabalhou na produção e impressão da cartilha ‘Guia Alta Feliz’, que contém informações importantes, entre elas, como proceder
para obtenção da Certi- dão de Nascimento; qual a relevância da amamen- tação e as posições corre- tas para facilitar a mãe e o bebê no ato de amamen- tar; quais os sintomas apresentados pelo recém- nascido que exigem cuida- dos pediátricos e como dar o banho e trocar a fralda corretamente.
A cartilha possui ainda um QR Code que, ao ser acessado, apresenta as versões em áudio e em vídeo com interpretação em libras, para que possa ser entendida por todos. Além do kit educativo, feito pela FOA, a família recebe uma bolsa de
maternidade com presentes. Importante destacar que a cartilha não substitui a ida da mãe e do bebê ao pediatra, e é de extrema importância comparecer às consultas de puericultura e manter o cartão de vacinação do seu bebê em dia.
A pediatra Thais Jun- queira Villela, responsável pelo desenvolvimento do projeto ‘Alta Feliz’, contou com a colaboração do aluno Caio Túlio e das hoje egressas do curso de Medicina Mariah Amaral e Lara Thoany, com a supervisão da direção do hospital. “Após definirmos as questões
mais importantes que deveriam ser destacadas no guia, tivemos o auxílio da FOA, através da Agência de Comunicação Interna – ACI, que montou a cartilha e o diploma do bebê; e dos Estúdios FOA, que produziram o vídeo e o áudio para complementar o projeto e abranger todas as pessoas”, contou.
Fernanda Bernal comentou da satisfação em ser a primeira mãe a receber o kit e que o aco- lhimento na maternidade do Hospital São João Batista superou as ex- pectativas. “Eu tive uma experiência maravilhosa na maternidade, fui muito bem-recebida desde
quando cheguei no hospital. Passei por uma cesariana para ter o meu filho e, quando a equipe me falou sobre o projeto ‘Alta Feliz’, me surpreendi ainda mais com o atendimento. Anteriormente, tinha muito receio com parto na rede pública, mas pela minha vivência pude ver que o acolhimento é gratificante. Recomendo que outras mães tenham seus filhos no Hospital São João Batista”, disse Fernanda.
Já o prefeito Neto salientou, no lançamento do programa, que “é sempre bom contar com a parceria da FOA”. Tem mais. Aposta que “a
maternidade do Hospital São João Batista vai ser uma referência em todo o estado do Rio de Janeiro”. “A saúde pública em Volta Redonda é levada a sério”, comple- tou. “É uma satisfação a FOA/UniFOA poder contribuir com as parce- rias existentes junto ao município de Volta Redonda, ainda mais ago- ra que a FOA está cada vez mais atuando na área da assistência da saúde. É muito importante para a instituição poder ajudar essas iniciativas, principal- mente aquelas em mo- mentos felizes com a família volta-redonden- se”, pontuou o presidente da FOA, Eduardo Prado.

Artigo anterior
Artigo seguinte
ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp