sexta-feira, junho 21, 2024

Abrindo o olho

São João Batista faz mutirão de cirurgias oftalmológicas

No sábado, 3, o Hospital São João Batista promoveu um mutirão de cirurgias oftal- mológicas, beneficiando quatro pacientes – três mulheres e um homem, que passaram pelo procedimento de vitrectomia posterior com a equipe da médica Nina Rosa.
Os quatro tiveram alta hospitalar no mesmo dia e fizeram a consulta de revisão no dia seguinte, em estrutura montada na Ilha São João para exames pré e pós- operatórios do programa ‘Revi-VER – mutirão de cirurgias de catarata pelo SUS (Sistema Único de Saúde)’.
Diretor-Geral do HSJB, o vice-prefeito Sebastião Faria afirmou que os mutirões de cirurgias vão seguir acontecendo nos finais de semana. “A medida permite a manutenção da agenda de cirurgias eletivas e ainda realiza as cirurgias de emergência, já que o HSJB também é uma unidade de pronto atendimento. Neste sábado, realizamos cirurgias oftalmológicas, mas o hospital também faz os mutirões de cirurgias ortopédicas e de urologia nos finais de semana”, lembrou.
Faria ressaltou o trabalho de excelência realizado na unidade pelas equipes da administração e médica e lembrou que os mutirões de cirurgias reduzem o tempo de espera dos pacientes e também contribuíram para que o hospital registrasse crescimento de 17,55% no número de cirurgias em 2023, com 5,244 procedimentos, em relação a 2022. “Desde que a prefeitura retomou o controle da unidade, há três anos, o hospital tem recebido um grande volume de investimentos dos governos municipal e estadual, que garantiram a aquisição de novos equipamentos e a reforma de vários setores da unidade, além das obras de ampliação. Estamos tornando o São João Batista um espaço cada vez melhor para trabalhar e para quem busca atendimento”, reforçou o diretor-Geral do hospital.

Ressonância magnética
Os pacientes da rede pública de saúde de Volta Redonda já contam com um novo espaço para a realização de exame de ressonância magnética. É que a prefeitura começou a oferecer o serviço para pacientes do SUS em uma clínica na Rua 33, número 111, na Vila. Serão disponibilizados cerca de 850 exames por mês, totalizando 10.250 procedimentos ao ano. “Com esse novo espaço, o exame de ressonância magnética será ofertado de forma mais rápida. E vai possibilitar a consolidação de diagnósticos, que por sua vez viabilizará o acesso mais ágil da população ao tratamento”, explicou a coordenadora do departamento, Sheila Rodrigues, lembrando que são realizados diversos tipos de ressonância, com e sem contraste, como em articulações, coluna cervical, crânio, membros, tórax, artroressonância e enterorressonância, entre outros.
“A gente está trabalhando para zerar as filas dos serviços mais procurados e com menos oferta, dentro das parcerias que existem. Assim como fizemos com os médicos nas unidades básicas e os mutirões de catarata, vamos ofertar mais exames para quem está aguardando pela ressonância. Estamos avançando, e Volta Redonda está voltando a ser referência”, comemora o prefeito Neto.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEIA MAIS

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp