Casa Grampos Grampos

Grampos

0
54
Screenshot

Pinheiral (I)
A presidente do PSB de Pinheiral, Erica Assis, foi indicada pelo deputado estadual Jari Oliveira para compor a chapa de Rivalney Pedrosa (PT) na corrida pela prefeitura da cidade. “A Erica conhece bem as necessidades da população, é uma mulher do povo, participativa na comunidade, e representa uma esperança de renovação para Pinheiral”, justificou Jari.

Pinheiral (II)
Aliás, as eleições em Pinheiral prometem ser das mais interessantes. Jari, como mostramos acima, apoia Pedrosa (PT); Tutuca, por sua vez, está pedindo votos para Luciano Muniz (PP), indicado pelo atual prefeito; e Munir e Neto querem eleger Sidiane (PSD). Já Guto Nader (MDB) aparece correndo por fora, com apoio de Washington Reis.

13o salário
Em entrevista ao vereador Renan Cury, que substituía Dário de Paula na manhã de quinta, 6, o prefeito Neto confirmou a liberação da primeira parcela do 13o salário para a próxima quarta, 12. “Estamos nos preparando para esse pagamento, quem diria, né? Ontem, o Vinicius (secretário de Fazenda) estava falando que, no primeiro ano, o 13o foi pago em dezembro; no segundo, foi em setembro, o terceiro em julho, e, agora vamos pagar em junho”, pontuou.

Minha Casa
Neto aproveitou para anunciar que Volta Redonda vai ser o primeiro município fluminense, em 2024, a começar a construção de 300 apartamentos do projeto ‘Minha Casa, Minha Vida’. Só não disse onde e nem quando.

Mui amigo (I)
Como sempre faz nas entrevistas, quando sai elogiando amigos e secretários, Neto voltou a encher a bola dos deputados estaduais Munir Neto (seu irmão) e Jari Oliveira, que ainda é seu inimigo político, por conta de um jogo amistoso de futebol solidário realizado no Raulino de Oliveira. “Eu tenho que agradecer muito à população de Volta Redonda, ao Munir e ao Jari. Eles ajudaram muito. Foi um dia muito alegre, e tivemos cerca de 15 mil pessoas presentes. Nem nos grandes jogos no Volta Grande conseguimos levar tanta gente”, disse, sem abordar a confusão que o evento gerou, com invasão de campo, agressões e despreparo dos agentes de segurança em conter os jovens invasores.

Mui amigo (II)
Sem dizer uma palavra sobre o fato, Neto aproveitou para elogiar a FOA, que deve ter ajudado na realização do amistoso solidário. “É uma potência, estamos tentando ajudá-los a aumentar o número de vagas para medicina, e vamos conseguir”, disparou, aproveitando para contar um sonho que ainda não realizou à frente do Palácio 17 de Julho. “O meu sonho é trazer uma universidade pública de medicina, e vou trazer. O governador vai nos ajudar, mas enquanto isso não acontece, temos que parabenizar e agradecer muito nosso grande parceiro, que é a FOA, através do Eduardo (Prado)”, disse. No linguajar popular, Neto deu uma de ‘mui amigo’.

Mui amigo (III)
A fala de Neto gerou o seguinte comentário do vereador-comunicador
Renan Cury: “Falam que o Eduardo (Prado) é o terceiro prefeito. Primeiro o Neto, depois o Faria e, em terceiro, o Eduardo”, pontuou. Foi o bastante para que Neto completasse com a seguinte frase. “É o prefeito sem pasta. Ele é um grande parceiro nosso, tenho que agradecer muito por essa parceria”, disparou.

Arraiá
No final da entrevista, Neto confirmou que a prefeitura de Volta Redonda não vai promover o ‘Arraiá da Cidadania’ em 2024. Tudo por conta da legislação eleitoral. “Eleitoralmente, nós fomos proibidos de avançar (com eventos) depois de junho. Eu não quero correr risco nenhum, então todos os grandes eventos que não tenhamos condições de fazer em junho, iremos adiar para depois das eleições”, explicou.

Eleições
Há quem garanta que apenas um nome teria chances de chegar ao segundo turno e concorrer com Neto, que vai buscar a reeleição como prefeito de Volta Redonda. Seria o de Jari Oliveira, deputado estadual do PSB. O problema é que Jari mostra não estar disposto ao sacrifício. Prefere esperar por 2028.

Eleição
O vice-prefeito Sebastião Faria deixou o cargo de diretor-geral do Hospital São João Batista na terça, 4, para poder sair como vice na chapa de Neto. O cargo passou para as mãos de Mônica Oliveira Marques.

Revés
O MDB de Volta Redonda perdeu quatro candidatos às eleições de 6 de outubro. Um deles é o ex-vereador Sebastião Leite, que desistiu da disputa. O partido, que conta com dois vereadores, Rodrigo Nós do Povo e Washington Uchôa, além do suplente Vampirinho, corre risco de eleger apenas um parlamentar.

Visita
O presidente da Câmara de Volta Redonda, Edson Quinto, acompanhou na terça, 4, os serviços de asfaltamento de vias no Santa Cruz, a cargo da secretaria de Obras, no acesso à Fazenda do Ingá. Com direito a drenagem, troca de solo e limpeza de pista, sem contar que será realizada uma obra de contenção de erosão na via.

Audiência
A Câmara de Volta Redonda realizou na terça, 4, uma audiência pública para debater a Lei de Diretrizes Orçamentárias do município para 2025, conforme prevê o regimento interno da Casa. Detalhe: nenhum representante da prefeitura esteve presente.

Esquerda
No próximo sábado, 15, o Psol vai promover o lançamento das pré- candidaturas do partido à Câmara e a oficialização de Adriana Bittencourt como pré-candidata a vice- prefeita do professor Alexandre Habibe (PT). Será às 11 horas, no Clube Fotofilatélico, na Vila.

Disputa
O Eucaliptal deverá ser um dos bairros de Volta Redonda com uma disputa pra lá de acirrada por votos. Na briga pelos eleitores, aparecem o vereador Neném e a ex- secretária de Ação Comunitária, Carla Duarte. Ambos moram no bairro e Carla, nas últimas eleições, apoiava Neném.

Sumido
Desde que sofreu uma tentativa de assalto, em 23 de maio, o vereador Vair Duré (PP) não retornou aos trabalhos no Legislativo. Ele teria dito a colegas que não está com ‘cabeça’ para participar das sessões. Detalhe: o parlamentar não teria apresentado nenhum atestado médico ao presidente da Casa, Edson Quinto (PL), para justificar as ausências dos debates legislativos.

Normal
Apesar de sumido das sessões na Câmara, Duré segue atuando normalmente nas ruas, fazendo visitas a bairros e ao gabinete do prefeito Neto. Tem mais. Faz questão de divulgar tudo nas redes sociais.

Vagas
A CSN anunciou a abertura de 57 novas vagas de emprego. As oportunidades são para vários estados brasileiros, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Paraíba, entre outros. Detalhe: com e sem experiência. Para Volta Redonda, existem quatro vagas: de especialista em coqueria, operador de máquina ferramenta, especialista em meio ambiente e médico do trabalho especialista. Os interessados devem se inscrever pela plataforma Gupy.

Sindpass
Lucas Arbache Arantes é o novo presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Barra Mansa e Volta Redonda. A eleição foi realizada no último dia 31 de maio, e o mandato de Lucas – filho do ex-presidente do Sindpass, Paulo Afonso, que faleceu recentemente – vai até 2028.

Parece piada, mas não é
As entidades empresariais de Volta Redonda enchendo a boca para dizer que a 10a edição do Liquida VR, que acontece na Ilha São João, vai gerar 100 empregos temporários. Não é nada, não é nada, não é nada mesmo, afinal as vagas temporárias são de apenas três dias. Na segunda, 10, todo mundo estará de volta às ruas à cata de um emprego fixo.

Samuca (I)
Na segunda, 3, o aQui divulgou com exclusividade nas redes sociais que o TSE havia decidido manter a inelegibilidade do ex- prefeito Samuca Silva por oito anos. Assim, fica de fora das eleições de 2024 etc. Em nota aos jornais, Samuca garante que vai recorrer ao STF e que vai participar da eleição para prefeito em 6 de outubro. No que praticamente ninguém acredita mais.

Samuca (II)
Ao ler a notícia, um internauta deixou o seguinte comentário na postagem: “Tanto faz, não ganha nem para síndico mais. O problema é que não vai conseguir o período de férias, digo, de licença para disputar as eleições”, disparou. Maldade, né?

Samuca (III)
Teve um vereador da base do governo Neto que também se pronunciou a respeito. Mas lamentou a decisão do TSE. “Q pena”, disparou. Diante da surpresa do repórter, o parlamentar escreveu: “Era um candidato de 2 mil votos”, disse. Só podia estar sendo irônico, né?

Eleições
Inimigo número 1 de Samuca, o comunicador Dário de Paula comemorou a decisão do TSE na manhã de terça, 4, ao abrir o seu programa. “O Tribunal Superior Eleitoral confirmou no dia passado: o ex-prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, está inelegível”, divulgou, dando o crédito ao aQui. “A decisão já havia sido tomada pela Corte, mas o prefeito entrou com recurso. No mês passado, a então relatora do TSE, ministra Cármen Lúcia, já havia votado contra o ex- prefeito. O caso foi para o plenário, onde, por unanimidade, os demais ministros seguiram o entendimento da relatora e votaram contra o pleito de Samuca. Seguiram o voto da relatora os ministros Nunes Marques, Raul Araújo, Isabel Gallotti, Floriano de Azevedo Marques, André Ramos Tavares e Alexandre de Moraes, até então presidente do TSE”, detalhou.

Eleições (I)
Dário de Paula foi além e contou o que Samuca teria feito para ser punido pelo TSE. “O que
levou à inelegibilidade de Samuca Silva foi um áudio divulgado às vésperas da eleição municipal de 2020, em que Samuca, detentor do cargo de prefeito, tentava a reeleição. O áudio, da então secretária municipal de Saúde, Flávia Lipke, convocava ocupantes de cargos comissionados para ações de campanha do então prefeito, como a realização de boca de urna no dia da eleição. A secretária fez a convocação, em mensagem de áudio, num grupo de WhatsApp integrado por ocupantes de cargos comissionados do governo. Samuca, então, foi denunciado pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder político”, informou.

Eleições (II)
Segundo Dário, em 2020 a Justiça Eleitoral não puniu Samuca porque a anulação de sua candidatura não interferiria no resultado da eleição, vencida no primeiro turno pelo prefeito Antônio Francisco Neto, que conquistou o seu quinto mandato com 57,20% dos votos, derrotando um bloco de 13 candidatos. “Neto obteve 85.673 votos; Baltazar, segundo colocado teve 18.961, 12,66 por cento e Samuca, mesmo tendo usado a máquina pública, como entendeu o Tribunal Superior Eleitoral, ao torná-lo inelegível, ficou em terceiro lugar, com apenas 13.889 votos, ou seja 9,27 por cento”, acrescentou.

Eleições (III)
Houve um contra- argumento por parte do Ministério Público Eleitoral, continuou Dário de Paula, de que as provas deixavam claro que o tom das reuniões com servidores comissionados foi de pressão, transmitindo uma conotação de obrigatoriedade em votar
na chapa da situação. “O Ministério Público também considerou que houve boca de urna praticada por servidores comissionados coagidos a atuar pela reeleição do então prefeito”, disse, aproveitando para dizer que Samuca teria emitido nota na qual afirma que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal. “O ex- prefeito esclarece que, sobre o julgamento ocorrido no TSE sobre um processo de boca de urna nas eleições de 2020, ano da Covid, não fez e não autorizou nada similar. Que confia nas provas técnicas juntadas pelo Juiz de primeira instância onde concluiu que não teve qualquer solicitação ou participação dele e que, portanto, confiando na justiça recorrerá ao STF. Que tem sofrido constante perseguição política e não descarta uma candidatura a prefeito pelo PSDB no próximo pleito”.

Eleições (IV)
Para finalizar, Dário deixou um comentário bem sarcástico a respeito da situação. “Em 2022, como candidato a deputado federal, Samuca teve somente 2.147 votos. Não se elegeu e, naquela oportunidade, o Tribunal Regional Eleitoral já tinha decidido pela inelegibilidade dele por oito anos. Agora, ele foi até o Tribunal Superior Eleitoral, recorreu e… Perdeu de novo. A verdade…”.

Alerj (I)
Rafael Picciani, 1o suplente do MDB, foi convocado na segunda, 3, para assumir o mandato de deputado estadual da Assembleia Legislativa do Estado do Rio. Ele assume a cadeira deixada por Otoni de Paula Pai, que morreu no dia 27 de maio, em decorrência de um câncer hepático.
Atualmente secretário estadual de Esporte e Lazer do Rio, Picciani recebeu mais de 25 mil votos nas eleições de 2022.

Alerj (II)
Gustavo Tutuca (PP), que mora em Volta Redonda, também retomou seu mandato na Alerj. O parlamentar estava licenciado para exercer a função de secretário de estado de Turismo do Estado do Rio, cargo do qual foi exonerado na quarta, 29. Ele reassume a cadeira que vinha sendo ocupada pelo seu suplente, Elton Cristo (PP).

Propaganda (I)
Essa é para elogiar: equipes da secretaria de Ordem Pública retiraram ao longo do mês de maio mais de 300 peças de propaganda irregular das ruas de Volta Redonda para combater a poluição visual, conforme prevê lei municipal. Espera-se que sejam multados (R$ 722,32 por dia) os sujismundos que emporcalham postes, muros e até a casa dos outros.

Propaganda (II)
“Nós recebemos denúncias que faixas e placas de publicidade estavam prejudicando a sinalização de trânsito, inclusive ocasionando acidentes. Fora as que obstruem vias e calçadas. Temos registros de uma pessoa que faz divulgação de viagens colando cartazes em postes de iluminação pública”, detalhou o titular da Semop, coronel Luiz Henrique. Ele lembra que as denúncias contra os sujismundos podem ser feitas pelo telefone 156 – CAU (Central de Atendimento Único). Com um detalhe: é importante que sejam informados o endereço e o tipo de propaganda alvo da denúncia.

Ciclismo
Amanhã, domingo, 9, Volta Redonda receberá a 4a edição do ‘Pedal Pelas Águas’, movimento esportivo em defesa das águas da região do Médio Paraíba. A saída do ‘Pedal das Águas’ será no Aero Clube, às 9 horas, ao lado dos campos do Centro de Treinamento Oscar Cardoso. Antes do início do pedal, também serão realizados dois eventos: às 8h, ocorrerá uma caminhada com a ‘Melhor Idade’; e às 8h30min, haverá uma leve corrida com os integrantes do programa ‘Viva a Vida’.

Idosos
No próximo dia 15, a secretaria de Ordem Pública de Volta Redonda vai promover um ‘movimento pelo fortalecimento dos diretos da melhor idade’. Será das 9 às 12 horas, embaixo da Biblioteca Municipal, na Vila, ao lado do Gacemss. Titular da pasta, o coronel Luiz Henrique está até enviando um ‘videoconvite’, pelo WhatsApp, chamando a população para prestigiar o evento. Aliás, o coronel escolheu o local certo, bem ao lado do Edifício Gacemss, onde moram dezenas de idosos. Que vão à loucura quando a prefeitura promove – e permite – eventos musicais e festas sem hora para terminar. Será que o coronel vai obrigar a prefeitura a respeitar a lei do silêncio na Vila?

Churrasco
Como o aQui antecipou, será neste domingo, 9, às 11h30min, o ‘churrasquinho do prefeito Neto’. O evento acontecerá no Clube Comercial e tem por objetivo arrecadar recursos para o Lar dos Velhinhos. Segundo Neto, já foram vendidos mais de dois mil espetinhos de forma antecipada.

Seja bem vindo!
Enviar via WhatsApp